Saúde e Bem-estar

Saúde dos ossos: evite estes 3 alimentos a todo custo!

Para ter ossos fortes, é preciso ficar longe dessas comidas

Saúde dos ossos: mulher flexionando os braços

Fundamentais para a saúde, os ossos “nos sustentam e nos permitem mover. Eles protegem nosso cérebro, coração e outros órgãos de lesões”, explica (em inglês) o Instituto Nacional de Artrite e Doenças Musculoesqueléticas e de Pele. “Nossos ossos também armazenam minerais como cálcio e fósforo […] e os liberam no corpo quando precisamos deles para outros usos.”

Já o portal Healthline afirma (em inglês) que existem certos hábitos alimentares que ajudam a ter ossos mais fortes — assim como há aqueles que os prejudicam.

Álcool

Além de fazer mal ao cérebro e ao fígado, as bebidas alcoólicas prejudicam os seus ossos. Segundo estudo (em inglês) publicado em 2015, o uso crônico e pesado de álcool contribui para a baixa massa óssea, diminuição da formação óssea, aumento da incidência de fraturas e retardo na cicatrização de fraturas.

· · ·

Se você está curtindo este texto, é provável que também se interesse por:Pressão alta: estes são os sinais para descobrir se você sofre de hipertensão

· · ·

Cafeína

Uma pesquisa (em inglês) de 2016 demonstrou que o consumo de cafeína contribui para a baixa densidade óssea em mulheres na pós-menopausa. Ainda segundo especialistas, você perde cerca de 6 miligramas de cálcio (um dos principais componentes dos ossos) para cada 100 miligramas de cafeína que ingere.

Refrigerante

Outra investigação (em inglês), divulgada em 2014, acompanhou 73 mil mulheres que passaram pela menopausa e consumiam muito refrigerante. Os resultados: quanto mais bebida gaseificada e açucarada, maior a probabilidade de sofrer uma fratura no quadril. A restrição vale tanto para os refrigerantes normais quanto os diets e lights.

· · ·

Aviso

Este texto não fornece soluções para problemas médicos e/ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de iniciar qualquer tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Siga a NOVA MULHER nas redes sociais para ter acesso a conteúdos exclusivos: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Aproveite e compartilhe os nossos textos. O seu apoio ajuda a manter este site totalmente gratuito.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM