Famosos

Jornal argentino chama Anitta de “ex de Neymar” e escancara machismo

Anitta é, atualmente, uma das artistas brasileiras com mais ouvintes mensais no Spotify, mas para o jornal argentino ela é a apenas “ex do Neymar”

Há quem goste e quem não goste de Anitta. O que não se pode negar, independentemente do gosto musical, é que a cantora é atualmente uma das mais importantes artistas brasileiras.

Com mais de 18.029 milhões de ouvintes no último mês no Spotify, Anitta vem construindo sua carreira musical internacional com muita eficiência. A artista foi a primeira brasileira a se apresentar no MTV WMA, conquistou nomeações no Grammy e conta com parcerias de peso.

No entanto, para o jornal argentino Olé, Anitta é apenas “ex de Neymar”. O título da matéria dizia “A ex de Neymar que cantará na final da Copa Libertadores”. O caso gerou indignação, pois o jornal não levou em consideração a trajetória profissional de Anitta e nem que os dois só tiveram um affair durante o Carnaval de 2019.

É muito comum, principalmente na imprensa, que mulheres com carreiras profissionais estabelecidas sejam anunciadas somente como ex de algum homem. Para alguns pode ser um mero detalhe, mas a atitude evidencia algo muito mais profundo: o machismo.

Ao descartar toda a vida profissional de uma mulher para se referir apenas com “ex de alguém”, a imprensa presta um desserviço. A vida de uma mulher não pode ser definida por com quem ela se relacionou. Isso inviabiliza toda sua profundidade, lutas e conquistas e a coloca em um papel de irrelevância.

LEIA TAMBÉM

Deputada britânica recebe advertência por levar o filho de três meses ao Parlamento

Após ser criticada por ganhar peso, mãe de Selena Gomez revela que esteve à beira da morte

Bem afrontosa, Anitta rebate crítica de Bolsonaro: “também faria isso se fosse ruim”

Anitta rebate comentário preconceituoso de Ratinho sobre sua vida íntima

Camila Cabello e Shawn Mendes anunciam o fim da relação

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de jornalistas e redatores.

Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM