Notícias

Estudantes brasileiras criam o ‘CosmoCup’, coletor menstrual para mulheres no espaço

O coletor menstrual para mulheres no espaço foi premiado internacionalmente

Estudantes brasileiras do Colégio Liceu Franco-Brasileiro, no Rio de Janeiro, criaram em 2019 o CosmoCup, um coletor menstrual pensado para facilitar a vida das mulheres no espaço.

O projeto conquistou o prêmio Global Innovation, da organização norte-americana FIRST, e agora será patenteado.

As estudantes tiveram a ideia de criar um coletor específico para mulheres no espaço, pois a estimativa é que cada mulher utilize 3.600 absorventes em uma missão.

“Descobrimos um coletor menstrual que já está no mercado há algum tempo e várias mulheres usam e gostam. Só que teria problema, no espaço, por conta da falta de gravidade. Então, quando a mulher fosse fazer sua higiene, esse sangue se dissiparia dentro da aeronave. Então, a gente criou uma película protetora. Quando o sangue entra, não consegue sair”, explica a professora e instrutora da equipe, Rosângela Nezi.

“Hoje elas levam 1.100 pílulas anticoncepcionais”, conta Mariana Araújo, 18 anos, e membro da equipe, batizada de “FrancoDroid”. “Mas muita mulher não pode tomá-las ou utilizar qualquer outro método, então elas ficam impossibilitadas de se tornarem astronautas.”

Segundo as criadoras do projeto, as mulheres astronautas precisaram apenas de 150 coletores em uma missão. O sucesso no coletor especial foi tanto que agora ele será patenteado.

NOTÍCIAS

Mulher leva o noivo vendado para uma montanha e tenta matá-lo porque “não queria se casar”

Kim Kardashian admite que usou Photoshop para editar o rosto da sobrinha e revela os motivos

“Acima da orelha estava cheia de ovos”: menina ficou seis meses com piolhos até o pescoço

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM