Saúde e Bem-estar

O vinagre de maçã pode curar uma dor de cabeça? Cientistas respondem

Descubra se o vinagre de maçã pode ser usado contra a enxaqueca

Como outros produtos feitos de frutas, o vinagre de maçã contém flavonoides. Sabe-se que essas substâncias com propriedades anti-inflamatórias podem ajudar a proteger o corpo contra câncer, diabetes e doenças cardiovasculares.

Estudos recentes mostraram que o vinagre de maçã tem propriedades que ajudam a controlar o açúcar no sangue. Um ensaio clínico de 2019 descobriu que pessoas que vivem com diabetes tipo 2 que beberam diariamente 20 mililitros de vinagre de maçã durante oito semanas viram melhorias nos níveis de glicose em jejum.

Outra investigação de 2021 também encontrou uma conexão entre o consumo de vinagre de maçã e a glicose em jejum, fazendo com que os pesquisadores acreditem que o vinagre de maçã pode ser útil no controle do alto nível de açúcar no sangue.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Enxaqueca: experimente estas 4 bebidas para aliviar a dor de cabeça

· · ·

O vinagre e as dores de cabeça

Segundo cientistas, as dores de cabeça são um dos sintomas de hiperglicemia. Sendo assim, beber vinagre de maçã diariamente poderia ajudar a diminuir essas ocorrências — mas ainda não há provas disso.

Existem, inclusive, pesquisas para descobrir se o vinagre de maçã pode ajudar durante os episódios de enxaqueca, mas, até o momento, não há evidências suficientes que permitam uma resposta definitiva.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM