Comportamento e Relacionamento

Solidão causa problemas no coração de mulheres, segundo estudo

O assunto é sério

Um estudo (em inglês) da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, descobriu que as mulheres que se sentem solitárias têm 13 a 27% mais chances de serem diagnosticadas com doenças cardíacas.

“Somos seres sociais e, nesses tempos de COVID-19, muitas pessoas estão vivenciando solidão e isolamento social, que podem se tornar estados crônicos”, disse a principal autora da pesquisa, Natalie Golaszewski.

“É importante entender melhor os efeitos agudos e de longo prazo que essas experiências têm na saúde cardiovascular e no bem-estar geral.”

⋅ ⋅ ⋅

+ Comportamento

Solidão afeta saúde cardiovascular em mulheres, de acordo com estudos

Chega de ser dura com você mesma: 6 passos para melhorar sua saúde mental

Autossabotagem: como abandonar esse hábito e conquistar seus objetivos ainda neste ano

⋅ ⋅ ⋅

As conclusões sobre as mulheres

Os cientistas analisaram os dados de 57 mil mulheres com mais de 65 anos e que foram acompanhadas por quase uma década. Elas foram questionadas sobre seu nível de solidão e isolamento social, e ele foi comparado às taxas de doenças cardíacas.

Para Natalie, o isolamento social e solidão são “ligeiramente correlacionados” e podem ocorrer ao mesmo tempo, mas não são mutuamente exclusivos.

Isso significa, por exemplo, que uma pessoa socialmente isolada não se sente necessariamente sozinha, enquanto uma pessoa cercada por amigos ou familiares ainda pode experimentar um sentimento de solidão.

O coautor do estudo, John Bellettiere, esclareceu: “o isolamento social é estar fisicamente longe das pessoas, como não ver, tocar ou conversar. Já a solidão é um sentimento, que pode ser experimentado mesmo por pessoas que estão em contato regular com as outras”.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM