Saúde e Bem-estar

Cigarro prejudica a memória das mulheres; saiba mais sobre esse estudo científico

De acordo com pesquisa, as mulheres são as mais vulneráveis aos efeitos colaterais

A memória é uma das mais afetadas pelo hábito de fumar. Um estudo publicado pelo site especializado Nature (em inglês) indica que existe uma deterioração no seu desempenho, assim como na aprendizagem verbal, e que as mulheres são as mais vulneráveis.

“Análises de efeitos simples revelaram que a memória das mulheres está negativamente relacionada ao fumo”, resumiram os especialistas no relatório.

Para chegar à conclusão, pesquisadores do Arizona Translational Genomics Research Institute analisaram dados de mais de 70 mil pessoas entre os 18 e os 85 anos.

⋅ ⋅ ⋅

Leia também

3 sinais de que você tem um comportamento autodestrutivo e deve trabalhar seu amor-próprio

As 3 doenças mais comuns durante as festas de fim de ano

Vacina contra o envelhecimento: fórmula promete combater as ‘células-zumbi’ do corpo

⋅ ⋅ ⋅

Cuidados básicos

“O fumo ativo tem efeitos neurotóxicos no cérebro e está associado a uma duplicação do risco de demência para adultos mais velhos”, afirma o artigo.

Além de parar de fumar, existem ações que podem ser tomadas para preservar a saúde mental e melhorar a memória e a concentração.

Psiquiatra nutricional de Harvard, Uma Naidoo, disse ao portal de notícias CNBC (em inglês) que, entre os alimentos indicados, estão:

  • alimentos fermentados
  • chocolate amargo
  • cúrcuma
  • folhas verdes
  • frutos vermelhos ◼

⋅ ⋅ ⋅

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM