Notícias

Justiça absolve mulher que se defendeu de estupro e matou o agressor

O caso ocorreu em 2016 quando um grupo de homens a espancou e um deles tentou estuprá-la

Eva Analía “Higui” De Jesús, de 47 anos, foi absolvida pelo Tribunal Criminal Oral Número 7 de San Martín, na Argentina, após se defender a matar um homem que tentava a estuprar.

“Foi graças a todo o amor, sabedoria, proteção e respeito que vocês tiveram”, disse a mulher ao portal TN. O caso ocorreu em 2016 e um grupo de homens a espancou e um deles tentou estuprá-la.

Eva demorou acusada de “homicídio simples”. Mesmo após ter denunciado a tentativa de estupro e ter sido encontrada desmaiada no local, o caso nunca foi investigado como tal.

Ela passou oito meses na prisão até que o Tribunal de Apelações de San Martín concedeu sua libertação extraordinária graças a uma forte mobilização para exigir sua liberdade.

Após dois anos de espera, Eva chegou ao tribunal livre, por conta da mobilização feita por mulheres argentinas, e foi absolvida da acusação de “homicídio simples”.

NOTÍCIAS

“Estava desesperada”: Mãe que buscava por filho perdido desaparece

Morre Marisa Alvarez Lima, a fotógrafa da Tropicália

Ela pediu uma redução de mama, mas acabou com implantes mamários, abdominoplastia e lipoaspiração

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM