Notícias

Pai não vacinado contra Covid-19 perde temporariamente o direito de visitar o filho

O pai também se opõe às medidas sanitárias e, por isso, perdeu o direito de visitar o filho de 12 anos

Um juiz canadense proibiu um pai não vacinado, e que opõe às medidas sanitárias, de visitar seu filho de 12 anos até fevereiro, segundo noticiou o jornal Le Devoir. O prazo pode ser reduzido caso ele se vacine.

“Não seria do interesse da criança ter contacto com o pai se não for vacinado e se opuser às medidas de segurança no atual contexto epidemiológico”, indicou o processo.

O processo surgiu quando o pai solicitou a prorrogação do horário de visita nas férias. A mãe discordou e afirmou ao tribunal que descobriu que ele não tinha sido vacinado e apresentava uma postura contra as medidas sanitárias nas redes sociais.

A partir disso, o juiz determinou que, embora a criança esteja vacinada, a proteção “parece ser reduzida diante da variante Omicron que está se espalhando atualmente em Quebec”.

+ NOTÍCIAS

Vovó viraliza ao realizar o último desejo do marido: se casar com o melhor amigo dele aos 90 anos

Podcaster é atacada por pessoas brancas ao divulgar vaga de trabalho apenas para mulheres negras, indígenas ou trans

Mulher é proibida de se vacinar pelo marido e morre de covid-19

Noiva tenta pegar covid em festa para não ficar doente no dia do casamento

Ela enviou mensagem para o telefone da irmã falecida e recebeu uma resposta que a deixou chocada

Mulher morre em acidente de moto durante aula prática de autoescola

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM