Notícias

Escritora pede desculpas para homem condenado injustamente de estuprá-la

O homem passou 16 anos preso após ser condenado injustamente

A escritora americana Alice Sebold escreveu uma carta pedindo desculpas pela condenação de Anthony Broadwater, que foi injustamente acusado de estuprá-la em 1981.

Ela escreveu o livro “Lucky” no qual relata o estupro, que ocorreu quando ela tinha 18 anos e estudava na Syracuse University em Nova York.  Na época, ela afirmou à polícia que tinha visto um homem negro e que acreditava que ele era seu agressor.

Anthony, que estava próximo ao local, foi preso e condenado, passando 16 anos na prisão. Ele só foi liberado em 1998.

De acordo com informações da BBC, em 22 de novembro, um juiz inocentou Broadwater de todas as acusações após um produtor, que deseja adaptar o livro para o cinema, encontrar diversas inconsistências nas provas.

O produtor contratou um investigador particular e, em três dias, identificou que o homem havia sido condenado injustamente.

“É preciso ter muita coragem para fazer isso. Ainda é doloroso para mim porque fui condenado injustamente, mas isso vai me ajudar no meu processo de processar tudo o que aconteceu”, disse Broadwater.

Na carta de desculpas, a autora afirma que “o que mais lamento é que a vida que você poderia ter tido foi tirada de você, e eu sei que nenhuma desculpa pode mudar o que aconteceu e que, além disso, nunca vai mudar”.

O editor do livro “Lucky” anunciou que deixará de distribuir as memórias enquanto trabalha com Sebold para “considerar como o trabalho pode ser revisado”.

+ NOTÍCIAS

Mãe descobre que filha foi estuprada após achar vídeo no celular do companheiro

Mulher aluga supermercado para fazer suas compras sozinha por fobia de germes

Estudante agride professora negra, faz ofensas racistas e chama a mãe para defendê-la

Jovem processa médico da mãe por não prescrever ácido fólico durante sua gestação

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM