Notícias

Eita! Mulher viraliza ao relatar que viveu até os 25 sem saber que tinha duas vaginas

A condição de ter duas vaginas é conhecida como útero didelfo

Brittany Jacobs, 26 anos, era apenas uma menina quando percebeu que tinha algo diferente na vagina. No entanto, ela relata ao BuzzFeed que pensou que era seu hímen, “e, à medida que fui envelhecendo, pensei que ele poderia ser muito firme um dia se romperia naturalmente», comenta.

A jovem ainda afirmou que menstrua duas vezes por mês e o ato sexual é dolorido. No entanto, nenhum médico no qual passou achou seus sintomas peculiares e ela acabou deixando o assunto em escanteio.

+ NOTÍCIAS

  1. O caso arrepiante do “estripador de Hollywood” que perseguia mulheres
  2. Provas indicam que modelo brasileira morta no Chile não cometeu suicídio
  3. Após tentar agredir mulher negra, ela entrou em pânico ao perceber que estava sendo filmada

Mas a situação voltou a tona quando ela teve seu primeiro filho. «Eu estava parindo e a enfermeira olhou para baixo e disse: ‘Querida, você tem duas vaginas, dois cérvix e dois úteros'», contou em vídeo publicado no TIKTOK que viralizou.

Brittany foi diagnosticada com «útero didelfo» ou útero duplo. «As duas vaginas eram completamente normais e funcionais, mas eu não conseguiria parir, então meu septo foi cortado. Isso significa que agora eu só tenho um buraco», disse ela.

«O sistema reprodutivo feminino forma duas estruturas tubulares (direita e esquerda) que se juntam», diz a médica. «Esses tubos basicamente formam o útero, o cérvix e descem até a vagina. O que acontece depois que eles se fundem é que a coisa entre eles se dissolve. E isso é o chamado septo entre dois tubos. Então o que pode acontecer é – dependendo de quanto do septo não tenha desaparecido – acabar com duas entradas bem próximas», explicou  Mary Jane Minkin, professora do departamento de obstetrícia e ginecologia da Universidade de Yale, ao BuzzFeed.

LEIA TAMBÉM

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM