Comportamento e Relacionamento

Pai de menina se revolta com posição do fraldário no banheiro e decide usar o banheiro feminino: “O fraldário está ao lado do mictório”

“Os banheiros masculinos são asquerosos. Cheiram a urina e não estão preparados para uma pessoa com filhos”, disse o pai justificando sua decisão

chroniclesofdaddy

Trazer um filho ao mundo é algo maravilhoso e muito aguardado para muitos que desejam e planejam o momento de aumentar a família. Todos os preparativos para receber o bebê são inesquecíveis, desde os efeitos da gestação até a escolha do enxoval e decoração do quarto.

Assim como todo o amor, ter filhos traz também responsabilidades sobre os cuidados com alimentação, saúde e higiene dos pequenos. E pensando nisso um pai se viu em uma situação difícil que poderia facilmente ser mal entendida.

Ser um pai atuante e presente no dia a dia mostra algumas mazelas sérias na organização dos espaços masculinos, entre eles os banheiros. Muhammed Nikoto é um pai que divulgou uma dessas mazelas por meio das redes sociais.

Recomendados

Nikoto revelou por meio de publicações que, quando está passeando com as filhas pequenas e uma delas precisa ir ao banheiro ele a acompanha no banheiro feminino em vez de ir ao masculino.

Como a decisão pode soar uma ideia incômoda ou muito ruim por muitos, ele precisou se explicar: “Como pai que sai com as filhas, nunca pensei que o banheiro se tornaria em um problema tão grande como é”, disse Nikoto.

“Tentei ir aos banheiros masculinos, mas entrar com a sua filha te faz ver tudo completamente diferente. Os banheiros são asquerosos. Cheiram a urina ou não estão preparados para uma mulher ou uma pessoa com filhos. O fraldário estava ao lado do mictório, o que significa que minha filha estaria literalmente ao lado de onde homens urinam”, detalhou o pai.

O pai contou que não se sente seguro em levar as filhas a sanitários masculinos e que, antes de entrar nos femininos, bate na porta e avisa que é um pai levando a filha para não assustar ninguém.

Ambientes tipicamente masculinos não são pensados para a presença de crianças, diferente dos banheiros femininos onde é comum ver mulheres com seus filhos e filhas.

Com o crescente número de pais preocupados em criar laços afetivos e serem mais presentes na vida das filhas, essas diferenças viriam à tona, mas ainda causam espanto.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:

Pai solteiro que nasceu sem pernas e sem braços recebe o reconhecimento das filhas: “Meu pai é meu mundo”

Pai solteiro resolve colocar filho de 2 anos para adoção: “Sinto solidão e vazio na paternidade”

Curso se propõe a criar vínculo entre pais e filhas por meio de penteados

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM