Comportamento e Relacionamento

8 maneiras simples de parar de odiar a sua vida após um divórcio difícil

É muito importante não deixar a dor do divórcio lhe assustar e nem definir quem você é

Mulher triste

O divórcio é um processo muito delicado na vida de qualquer casal. Isto porque ele significa que você não terá mais ao seu lado a pessoa com quem pensou que viveria ‘até que a morte nos separe’.

Com a separação, muitos pensamentos podem invadir a mente, como frustração, raiva e até mesmo ódio da própria vida. Este último sentimento pode acontecer, pois, uma das maiores apostas de sua vida acabou não dando certo. No entanto, o ódio é um sentimento negativo que só traz malefícios.

Por isso, Karen Finn listou, de acordo com o portal YourTango, 8 maneiras simples de parar de odiar a sua vida após um divórcio que lhe ajudarão a seguir em frente (texto em inglês). Veja a seguir:

1. Não deixe a dor lhe assustar

É importante não deixar a dor do divórcio lhe assustar e nem definir quem você é. O jogo de emoções baseadas na dor é inevitável. Dar um nome próprio a todas elas pode ajudar a reconhecer quando surgirem e levá-las até a porta quando as ‘boas-vindas’ acabarem.

É essencial reconhecer o luto como uma jornada experiencial importante para o fechamento, o perdão e a cura. Fingir que está ‘acima’ da tristeza só vai tardar a aceitação que é o momento decisivo de sua vida.

2. Se concentre no presente

Pode ser muito complicado se concentrar no presente. A vida que você estava acostumada foi colocada em um ciclo de alta agitação. Por isso, todas as vezes que disser a si mesma que odeia sua própria vida após a reparação, você está dando energia para uma relação e uma rotina que não existe mais.

Ainda que você não precise ter todas as respostas para amanhã, não pode também definhar no ontem. Estabeleça um limite de tempo para viajar no que já foi. Seu objetivo atual é começar a construir o agora.

3. Desvie sua atenção do seu ex-cônjuge

Em todas as vezes que você começar a remoer e culpar em sua mente ou durante algumas conversas, está renunciando a seu próprio poder. Este deslocamento de energia te impede de se concentrar no presente e em você mesma. Acredite: Você não é uma vítima. Você é uma líder. Sendo assim, precisa assumir esta postura. Guarde suas forças para a jornada à frente e para te entregá-la para o seu ex, que já tem um próprio trabalho a fazer.

4. Escolha a cura ao invés da espera

Se fosse para salvar o matrimonio, você e o seu ex-cônjuge teriam realizado esforços antes de se separar. Fantasiar sobre uma reconciliação, como uma fuga do pensamento de ‘odeio minha vida após o divórcio’, te tira da realidade e estende a agonia.

Certamente existem casos em que casais separados se reconciliam. No entanto, mesmo nestas situações, muita cura deve acontecer primeiro. Por isso, se concentre na cura e no crescimento e deixe seu ex fazer o mesmo.

5. Cuide-se

O cuidado após um divórcio é muito importante. Talvez, um dos maiores pontos negativos em seu matrimônio foi que seu ex lhe fez esquecer de sua amizade com você mesma. Muitas vezes, pode ter se preocupado tanto com as outras pessoas e esquecido seu próprio valor e necessidade de cuidado.

A beleza do divórcio é que você consegue se concentrar em si mesma. O autocuidado é essencial. Sendo assim, pense em você na terceira pessoa até que a ideia de auto prioridade pareça uma segunda natureza. Se isto parecer uma luta por você mesma, então, faça por seus filhos, animais de estimação fieis ou por quem depende de você para seu próprio bem-estar.

6. Não minta para si mesma

É bastante comum tentar se acalmar com golpes verbais e mentiras pequenas. No entanto, tome cuidado para não cair em uma mentalidade de falsidades para se sentir melhor. Você não odeia seu ex e espera que tudo dê errado para ele. Sua vida não está permanentemente bagunçada por causa dele. Conhecer um novo alguém enquanto ainda está sofrendo com o divórcio não colocará sua vida de volta nos trilhos.

7. Experimente coisas que não tenham a ver com um novo relacionamento

Começar a namorar após uma separação pode ser assustador, ou emocionante, ou algo em que você inicia rápido demais. Por isso, experimente coisas que não tenham a ver com um novo relacionamento, como por exemplo, trabalho voluntário, uma nova rotina de exercícios ou um novo idioma. Apenas saia da sua zona de conforto atual e bastante desconfortável.

8. Vá atrás dos seus objetivos

O seu divórcio é um fato em sua vida. No entanto, isso não significa que ele precisa marcar o fim do seu aprendizado. Muito pelo contrário, este pode ser o momento mais vital de transformação e autoconhecimento. Encontrar um conselheiro ou coach de vida para te auxiliar a se manter no caminho correto e compartilhar o entusiasmo pelo seu progresso, pode ser um ótimo presente para si mesma. Apenas tenha o compromisso de aprender sobre você, sobre comunicação, sobre relações.

· · ·

Leia também:

https://www.novamulher.com/estilo-de-vida/2022/11/16/5-maneiras-simples-de-fazer-o-seu-parceiro-se-abrir-com-voce/

https://www.novamulher.com/estilo-de-vida/2022/11/15/5-sinais-de-que-seu-parceiro-pode-estar-usando-as-redes-sociais-para-conhecer-outras-mulheres/

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM