Saúde e Bem-estar

O lado em que você dorme influencia na sua saúde; saiba qual é o melhor

Em média, uma pessoa passa cerca de 26 anos de sua vida dormindo, isso é mais de um terço de nossas vidas

A maneira como dormimos é importante, mas muitas vezes é algo que não pensamos o suficiente a respeito. Nós nunca somos realmente ensinados a dormir corretamente, é apenas algo que acontece. A maioria de nós provavelmente apenas deita na cama à noite em qualquer posição que pareça mais confortável, mas isso não é o mais recomendável. E vários estudos mostram que a qualidade do nosso sono afeta diretamente a nossa saúde.

Um relatório da organização britânica Mental Health Foundation descobriu que quase metade dos adultos do Reino Unido com 18 anos ou mais (48%) dizem que o sono ruim afetou negativamente sua saúde mental – tornando-nos mais ansiosos, estressados, sobrecarregados e irritáveis. E isso afeta nossa saúde física também, é claro, de uma maneira bastante importante.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:

Dormir de lado pode causar rugas?

Estes alimentos vão ajudar seu organismo a produzir dopamina

· · ·

A falta de sono tem sido associada a condições como demência e pode reduzir nossa expectativa de vida geral, além de reduzir nosso bem-estar diário. Estudos sugerem que dormir cinco ou menos horas por noite pode aumentar o risco de mortalidade em até 15%.

A má postura ao dormir também está ligada a dores crônicas nas costas e no pescoço. Dormir em uma posição adequada pode ajudar a melhorar essas condições. Então, resumindo, é importante.

Dormir de lado na posição de ‘sonhador’ é ideal para postura e dor. No entanto, estudos também sugeriram que o lado que você escolhe para dormir também faz diferença para sua saúde e como você se sente quando acorda de manhã.

Lado esquerdo ou direito?

Existem teorias sobre qual lado é melhor dormir, com algumas evidências sugerindo que dormir do lado esquerdo pode trazer benefícios para a saúde de certas pessoas. Alguns benefícios citados são a melhora do fluxo sanguíneo e menos pressão nos órgãos internos – ambos soam decididamente positivos.

Dormir do lado esquerdo também tem sido associado à melhora do refluxo ácido e da digestão. Por exemplo, um estudo (em inglês) analisou um grupo de pessoas ao longo de um experimento de dois dias.

Ao longo das 48 horas, os participantes foram monitorados descansando sobre o lado direito depois de comer uma refeição rica em gordura. O mesmo foi então feito, mas para o lado esquerdo.

Os pesquisadores descobriram que o lado direito estava associado ao aumento da azia e do refluxo ácido, e concluíram que dormir à esquerda pode ser mais benéfico nesse sentido.

Dormir do lado esquerdo também tem o potencial de estimular movimentos intestinais regulares. De acordo com o site Healthline, seu intestino delgado move os resíduos para o intestino grosso através de algo chamado válvula ileocecal, encontrada no abdome inferior direito.

Dormir do lado esquerdo permite que a gravidade ajude no processo de movimentação de resíduos através dessa válvula.

Se você estiver grávida, dormir do lado esquerdo também é recomendado, pois melhora o fluxo sanguíneo para a mãe e também para o feto no útero. Então, em suma, dormir com o lado esquerdo é melhor do que dormir com o lado direito.

No entanto, se você é naturalmente um dorminhoco de costas que acha impossível dormir de lado, a melhor maneira de garantir que seu corpo esteja alinhado é usar um travesseiro fino, para que sua cabeça não fique apoiada e pressionando seu pescoço.

E, um dos principais conselhos da pesquisa é que dormir de frente é o pior para sua postura e saúde geral – se você dorme assim, deve realmente tentar parar.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM