Comportamento e Relacionamento

Maternidade descomplicada: como escolher a melhor mochila para as crianças

As dicas são de um pediatra

Os perigos das mochilas pesadas

Ao escolher uma mochila para os pequenos, não se preocupe apenas em comprar o modelo com o personagem do momento. Você pode, sim, adquirir uma mochila bonita, mas ela também deve atender a outros requisitos, pois serão elas que ajudarão as crianças a carregarem muito peso nas costas.

De acordo com o portal especializado em maternidade e paternidade Parents (em inglês), o modelo indevido pode causar dor ou problemas a longo prazo, assim como a sobrecarga.

Sobre esse último tópico, o pediatra Benjamin Hoffman disse à mesma fonte que a regra é simples: as crianças não devem carregar mais de 20% do seu peso. Por exemplo: se seu filho pesa 20 quilos, a mochila não deve ultrapassar os 4 quilos.

⋅ ⋅ ⋅

Leia mais textos da NOVA MULHER

Jennifer Aniston assume seu cabelo natural e prova que as mulheres podem ser divas aos 50

Luzes para morenas: 4 estilos que darão brilho e movimento ao seu cabelo

Você está sempre com fome? 4 sinais de que você não está dormindo o suficiente, segundo a ciência

⋅ ⋅ ⋅

O que considerar ao comprar uma mochila

Alças

As alças nos ombros devem ter estofamento, já que eles permitem que o peso seja distribuído com segurança e evitam lesões na pele e nos músculos. É por isso que é recomendável escolher mochilas com alças grossas.

Acabamento

Verifique se o estofamento atrás das costas é de boa qualidade. Para isso, aperte as partes de espuma com a ponta dos dedos, ela deve retornar ao volume original para ser considerada boa.

⋅ ⋅ ⋅

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM