logo
/ TIKTOK
Estilo de Vida 30/04/2021

Ela proibiu os sogros de beijar a neta e alertou as mães sobre a importância do consentimento

Brittany Baxter, uma mãe australiana, postou uma série de vídeos no TikTok explicando porque proibiu os sogros de beijar a neta e alertou sobre a importância do consentimento

Brittany Baxter postou um vídeo no TIKTOK explicando que os avôs só podem beijar sua neta se a criança permitir. Ela explicou que ensinou isso para sua filha desde os dois anos e que é importante para que ninguém invada o espaço da pequena.

“Por favor, podemos começar a normalizar o fato de que as crianças não precisam beijar e abraçar os adultos? (…) Acho que é uma m**** quando os adultos na vida da minha filha dizem ‘o que, devemos pedir um abraço e um beijo nela?’, Mesmo que ela os tenha explicado mil vezes. E quando ela diz não, eles ficam tipo, ‘Oh, ela não me ama, ela feriu meus sentimentos’, e então eles continuam a empurrar seus limites corporais de qualquer maneira.”, disse Brittany Baxter

A importância de ensinar sobre consentimento as crianças

Childhood Brasil, projeto que tem como objetivo a proteção à infância e à adolescência, explica que ensinar noções de consentimentos para as crianças é fundamental para minimizar os riscos de possíveis abusos.

“Assimilar noções de consentimento é necessário desde a infância. Perceber que o contato entre duas pessoas só pode ser realizado se houver consenso evita que crianças e adolescentes passem por situações desconfortáveis, minimizando os riscos de abuso”, explica o projeto.

 MATERNIDADE

A organização ainda ensina que de 1 a 4 anos, “a sugestão é explicar que abraços e beijos só podem ser recebidos se elas estiverem de acordo com isso. Nem elas, nem os colegas e nem mesmo os parentes têm o direito de forçar esses contatos”.

Em seu vídeo de alerta, Brittany Baxter ensina para outras mães que nenhum sentimento de outra pessoa é mais importante do que o direito da sua filha de decidir sobre o seu próprio corpo.

“Tenho certeza de que não vou permitir que minha filha cresça em um ambiente onde: 1. ela não saiba dizer não e 2. ela não tenha as ferramentas para saber que está sendo desrespeitada. Avós, melhorem”, disse Brittany.

LEIA TAMBÉM

Apoie
Compartilhe os nossos textos com os seus amigos. O seu apoio ajuda a manter a NOVA MULHER como um site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o nosso trabalho.

Siga-nos
Gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para ter acesso a mais novidades: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Nós também participamos do Google Notícias: