Notícias

Após aparecer em live importunando sexualmente uma mulher no ônibus, homem é encontrado morto em Sergipe

Ele já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas

Após aparecer em live importunando sexualmente uma mulher no ônibus, homem é encontrado morto em Sergipe

Na segunda-feira, 29 de maio, uma mulher havia feito uma transmissão ao vivo onde mostrava Júlio César dos Santos Alves a importunando sexualmente em um ônibus de Aracaju, Sergipe. No vídeo, o homem mostrava seu órgão genital para ela durante a viagem, o que deixou todo mundo chocado.

Leia também:

Psicóloga ofende e agride funcionários em restaurante do Rio de Janeiro

Horas depois do acontecimento no ônibus, às 13h, no conjunto Rosa Elze, em São Cristóvão, Júlio César foi encontrado morto. Segundo a Polícia Civil de Sergipe, o homem já tinha passagem pela polícia por conta de tráfico de drogas em São Paulo, e em sua residência foram encontrados documentos de um processo criminal, estojos de munição e três projéteis de armas de fogo.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil abriu um inquérito para entender melhor o crime de homicídio. O delegado Tarcísio Tenório enfatizou também que, além da passagem anterior pela polícia, Júlio Cesar havia alugado uma residência há 30 dias no conjunto Rosa Elze, mesmo lugar onde foi encontrado morto com disparos de pistola calibre 380.

“No trajeto para o local do crime recebemos informações e vídeos de um crime de importunação sexual registrado mais cedo dentro de um ônibus urbanos de Aracaju. Quando chegamos ao local, acompanhamos os trabalhos periciais e diante do que foi visto e das informações coletadas é possível verificar que a vítima é a mesma pessoa que cometeu a importunação sexual”, destacou o delegado, como conta ao portal Terra.

A investigação agora concentra em descobrir o motivo do crime, além do inquérito aberto na Delegacia da Mulher de Aracaju que apura a importunação sexual ocorrida no ônibus. No vídeo, ainda é possível ver a vítima questionando Júlio César do porque está fazendo isso, mas ele nega a importunação, se levanta e desce do coletivo, o que fez a mulher acionar a Guarda Municipal, que não conseguia localizá-lo. Em entrevista ao UOL, a vítima contou que ficou preocupada com a notícia e com o que pode acontecer com ela.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM