Notícias

Mulher vegana é condenada à prisão perpétua depois de filho morrer por só comer verduras

Condenada por negligência, mulher não dava proteínas para a criança

mãe vegana

A nutrição tem um papel fundamental no desenvolvimento e crescimento das crianças e proporciona elementos essenciais que garantem o pleno funcionamento das funções vitais. Quando alguns nutrientes faltam, todo o crescimento fica comprometido.

Atualmente, cada vez mais pessoas escolhem por seguir estilos de vida vegetarianos ou veganos. Essas dietas excluem completamente o consumo de carne, fonte de proteínas e, nesses casos, é necessário adaptar a alimentação para fornecer ao corpo proteínas vegetais.

Essa substituição deve ser acompanhada de suporte médico especializado, caso contrário pode causar sérios problemas, especialmente nas crianças. Um exemplo disso é o triste falecimento do filho de uma família vegana.

Recomendados

família vegana

Recentemente, a mãe foi declarada culpada pela morte da criança de apenas um ano e meio que pesava apenas 8 kg e era alimentado somente com frutas, verduras, legumes e leite materno.

Segundo o tabloide Mirror, a americana Sheila O’Leary de 40 anos, foi condenada por um júri na Flórida em 2022 e enfrenta a pena de pisão perpétua. Isso tudo porque o filho faleceu em 2019 por complicações causadas pela desnutrição.

mãe vegana condenada

Ela e o marido enfrentam diversos processos. Os dois chamaram a ambulância depois que o filho, Ezra, parou de respirar.

Francine Donnorummo, chefe da Unidade de Vítimas Especiais, disse que: “Ela tomou decisões que mataram a criança. O orgulho dela custou a vida de Ezra. É um desprezo imprudente pela vida humana”.

Segundo os investigadores, o casal tem outros dois filhos, de 3 e 5 anos, todos eles contam também com desnutrição.

· · ·

Leia também:

+ “Ela não fala com pobre”, diz ex-BBB sobre Linn da Quebrada

+ 5 Coisas tipicamente brasileiras que um estrangeiro mais ama no Brasil

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM