Notícias

Mulher compartilha as dificuldades de ser uma madrasta e vídeo viraliza no TikTok

A relação de afeto entre essa madrasta e seu enteado comoveu seguidores

Ser madrasta é um equilíbrio complicado de amor e responsabilidade - mas também de cuidado e empatia para não “pisar no calo” de ninguém - para todos os envolvidos.

Isso pode ser especialmente difícil quando você é a nova parceira, que cuida da uma criança fica ela em sua casa em casos de guarda compartilhada.

Por exemplo, a madrasta e confeiteira, Chloe compartilhou no TikTok um incidente com seu enteado Mason que partiu seu coração, demonstrando, como ela legendou o vídeo, “Paternidade não deve ser política”.

“Eu sinto Muito”

“Ser madrasta às vezes é muito difícil”, Chloe começa em seu clipe para seus 1,6 milhão de espectadores, mas se apressa em acrescentar: “Não por causa do meu filho - meu filho é incrível”.

Ela continua: “Nós lidamos com conflitos altamente tóxicos há anos, mas encontramos uma maneira de simplesmente passar por isso. Mas dias como hoje...”

Ela diz que enquanto seu enteado a observa fazer o jantar para ele, ele pergunta se ela vai buscá-lo na escola amanhã.

“Ele sabe que trocamos de casa no meio da semana, então eu digo, ‘bem amigo, acho que sua mãe quer que você vá para a casa dela depois da escola’”, explica Chloe.

Ela acrescenta que voltar da escola, para seu enteado - e todas as crianças - se tornou uma experiência solitária desde o COVID. Quando ele pede novamente para ela buscá-lo, ela diz: “Meu coração simplesmente se partiu”.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Mãe do TikTok compartilha descoberta de ‘horror’ na babá eletrônica

· · ·

Ela diz a seu enteado que ela vai perguntar, e uma vez que ele está dormindo, manda uma mensagem para sua mãe para perguntar se ela pode pegá-lo, e a mãe pode buscá-lo depois do trabalho.

A mãe responde: “Absolutamente não”.

Chorando, Chloe diz: “Agora eu tenho que acordá-lo de manhã e dizer ‘me desculpe’.”

“Família nem sempre significa sangue”

Chloe recebeu muito apoio entre os milhares de comentários. “Isso é tão doce. A prova de que família nem sempre significa sangue”, observou um seguidor.

“Aguente firme”, disse outro para confortá-la. “Ele sabe que você o ama e considera sua casa um lar. Isso é enorme. Eu tive padrastos. Muitas vezes eu não me sentia bem-vindo.”

Outro tentou explicar de onde a mãe estava vindo para ajudar a fazer algum sentido: “É porque ela se sente ameaçada e, portanto, está tentando controlar o máximo que pode e, provavelmente, limitar seu acesso e influência. Sinto muito”.

Outros achavam que a mãe de Mason era simplesmente “egoísta”.

“É orgulho”, disse um. “Ela está pensando em si mesma mais do que no que é melhor para seu filho. Isso é tão triste.”

Alguns na mesma posição compartilhando cuidados tiveram uma atitude muito diferente, com um deles explicando: “Isso é tão cruel. Meu filho adora sua mãe bônus, eu nunca o proibiria de passar um tempo com ela, se ela quisesse.

E, finalmente, uma madrasta sugeriu outra perspectiva que poderia aliviar o fardo de Chloe e Mason: “São momentos como esses que os pais têm que ser pais e lutar por seus filhos. Digo isso porque também sou madrasta.”

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM