Notícias

Mulher se vinga do marido que a traiu depois de 22 anos

Ela teve que recuperar o tempo perdido, não é mesmo?

Uma mulher chamada Laura Friedman Williams relatou que ficou chocada ao descobrir que seu marido tinha um caso depois de estarem 22 anos juntos. Ela tinha o sonho de que os dois envelhecessem juntos, mas com isso em jogo ela o expulsou de casa imediatamente e iniciou o processo do divórcio.

Leia também:

Uma fotógrafa quase transforma a noiva em um “demônio” nas fotos do casamento

Depois de cinco meses da separação, ela então começou a buscar alternativas para namorar e recuperar o tempo perdido, já que tinha conhecido seu ex-marido na faculdade e passado a maior parte de sua vida amorosa com ele.

Então, Laura baixou o Tinder e descobriu seu novo poder. “Agora você tem a liberdade de fazer o que quiser. Se você quiser dormir com dois homens no mesmo dia, você pode. Se você quiser ter um encontro no meio do dia, você está livre. A única pessoa que pode te julgar é você mesmo. E se você está bem com isso, foda-se todos os outros.” disse ela.

Por um ano foi exatamente o que Laura fez, e agora traz todos os detalhes da sua vida amorosa em um livro de memórias recém publicado, mostrando como é o namoro entre os 40 e 50 anos. “Não acreditei na teoria de que, por ser mais velha, eu era menos desejável. Os homens ficaram muito atraídos pelo fato de eu ser uma mulher forte que não queria nada deles e estava dando as cartas”, explica Laura.

Os horários eram uma questão para Laura, já que tinha que conciliar sua vida, a escola de seus filhos e seu momento sexual florescente, precisando planejar as datas com antecedência. “Se eu estivesse tendo um bom encontro e um homem me desse um beijo de despedida, eu diria a eles, OK, eu tenho duas horas. Vamos voltar para o seu lugar”, disse ela.

Muitos homens apreciavam a franqueza de Laura nos encontros, e ela chegou até a se apegar a alguém que conheceu nessa aventura, mas não quer rotulá-lo como um namoro ainda. “Eu me apeguei a alguém. Mas eu ainda mantenho a abertura para dizer: ‘Se eu quisesse ter uma noite com alguém, ainda poderia fazer isso’.

Ela também quer que outras mulheres percebam quanto prazer existe – e como o sexo pode ser uma ferramenta poderosa para superar o desgosto, não importa a sua idade.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM