Notícias

Casal decide vender os convites de casamento e arrecada 32 mil reais

Eles decidiram a ousadia para poder ter uma festa dos sonhos

O casamento é um dos momentos mais incríveis da nossa vida, mas também um dos mais caros, já que ele marca uma nova fase e também traz um dos maiores investimentos dos recém-casados para comemorar isso à altura. Um casal do interior de São Paulo decidiu então vender os convites da sua cerimônia para poder arcar com os custos, e já arrecadaram 32 mil reais.

Leia também:

Pesquisa revela que millennials preferem morar junto sem considerar casamento

Juliana Moraes, empreendedora de Sorocaba, e Diego Budemberg, empresário de São Roque, contaram para o G1 que já moravam há cinco anos juntos, e não precisariam montar uma casa do zero, dispensando essa parte nos presentes.

“Já temos nossa casa montada e nosso maior desejo era a realização da festa. Surgiu a ideia de viabilizar financeiramente o projeto. O melhor presente que poderíamos querer receber dos nossos convidados era a presença deles na festa, então a ideia de vender os convites tornou-se óbvia”, explica Juliana

O casamento aconteceu no último sábado, dia 16, e foi uma festa marcante feita com a ajuda das vendas, que pode pagar desde o buffet até as fotos do casamento. ”A festa de casamento tradicionalmente serve como ritual de passagem, e os convidados ajudam o casal a começar a vida juntos, os presentes com diversos utensílios domésticos, dando aquele empurrãozinho no começo da vida a dois. Porém, esse tipo de evento envolve uma série de investimentos para uma grande gama de fornecedores”, continua.

Diego ainda disse que as reações foram as mais diversas, e os familiares resistiram em apoiarem a ideia. Poucas pessoas chegaram a torcer o nariz, mas muitas pessoas também acharam legal a iniciativa e até já foram em casamentos assim.

Com as vendas terminadas em 30 de março, cada adulto pagou 180 reais, as crianças pagavam de 8 a 12 anos pagavam 90 reais, e os menores de sete anos tinham entrada grátis. O valor total poderia ser parcelado em 12 vezes ou pago à vista por PIX. A justificativa do valor é condizer com o que a festa proporciona para os convidados, sendo um ganha x ganha.

Mesmo com a venda dos convites, foi necessário investir mais 20 mil reais para pagar todo o casamento, possibilitando o sonho se tornar uma realidade. “Conseguimos contratar todos os nossos parceiros que vão cuidar do evento para nós. Já está todo mundo pago. Tivemos um desembolso sim, mas muito menos relevante do que se nós tivéssemos que custear a festa toda. Na verdade, se tivesse que sair de nosso bolso 100%, seria inviável”, reflete Diego.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM