Comportamento e Relacionamento

Pesquisa revela que millennials preferem morar junto sem considerar casamento

As gerações mais jovens estão mudando nossos padrões

Lembra que, muuuitos anos atrás, morar com quem você ama era uma das decisões mais importantes de um relacionamento, e quase sempre antecedia o estágio do casamento? Hoje em dia, isso mudou e os millennials preferem morar junto sem nem considerar a parte do casamento, principalmente no Reino Unido e nos Estados Unidos.

Leia também:

Jennifer Lopez conta como foi o pedido surpresa de casamento

A postura dos jovens sobre morar junto com quem ama pela primeira vez confirmam que os hábitos passados estão sendo quebrados, além de mostrarem que a percepção sobre morar junto é diferente.

Isso porque, ao invés de ser um momento importante no caminho para um relacionamento permanente, hoje em dia isso está mais ligado à conveniência do que qualquer coisa, deixando de ser um período de experiência para o casal.

Hoje em dia, por exemplo, a relação de morar junto e manter um relacionamento apresenta diferenças especiais, principalmente com uma diferença de idade pequena entre as pessoas. Antes, 27% dos casais se separavam depois de dois anos,e nos casais mais jovens esse número saltou para 43%.

Para os millennials, isso passa a ser uma coisa mais prática do que um test drive em si, como os benefícios econômicos e uma menor estigmatização sobre morar junto. Além disso, as mudanças estão acontecendo muito mais rápido do que antigamente, e a visão em conjunto cada vez menor, já que as gerações mais jovens acabam sendo mais pessimistas em um geral.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM