Notícias

Mãe recebe bilhete a xingando por estacionar em vaga especial para pessoas com filhos

Ela ficou chateada com a situação

Tem dias que não colaboram com a gente, não é mesmo? E por mais que a gente esteja estressado com as coisas do mundo ou da vida, jamais devemos descontar em alguém, como foi o que fizeram com essa mãe de 25 anos, de Essex, Reino Unido.

Leia também:

Mulher fica com buraco no rosto após procedimento estético

Paige estava indo encontrar seus sogros para almoçar, junto com o filho Daniel, e voltou ao carro para buscar uma garrafa para ele, quando viu a inconveniente mensagem em seu carro: “Nenhuma criança estava neste carro. Vadias gordas preguiçosas”.

Ela ficou transtornada com a forma como a mensagem foi escrita e como a pessoa perdeu o momento de 10 minutos que ela tentava tirar Daniel da sua BMW preta para amarrá-lo no cinto e levá-la com ele ao almoço. Quando voltou para o almoço com os sogros, estava em lágrimas.

“Espero que quem escreveu esta nota tenha vergonha de si mesmo. É um golpe baixo e barato chamar alguém de gordo. Isso abalou o dia porque eu estava irritada. Eu tenho a pele grossa e mamãe ursa saiu, eu senti que eles deveriam ter dito isso na minha cara. Foi muito perturbador a ponto de eu ficar realmente com raiva e quase chorar de tanta frustração.” contou Paige

Ela ainda levantou a questão de que se fosse uma pessoa que não estava tendo um bom dia ou até sofresse de depressão pós-parto, isso poderia arruinar o dia deles. Ela sabe quão frustrante é ver pessoas usando vagas que não são destinadas a elas, mas ela nunca sairia deixando notas depreciativas no carro dos outros.

“Acho que foi um lapso de julgamento claramente, mas no final das contas espero que quem quer que seja veja isso e pense no futuro”, complementou Paige, que infelizmente não conseguiu identificar quem deixou o recado.

⋅ ⋅ ⋅

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM