Notícias

Mulher contrata matador de aluguel com dinheiro do auxílio da pandemia na Flórida

Jasmine Martinez é suspeita de encomendar a morte da namorada de seu ex

Durante a pandemia, o governo dos Estados Unidos está oferecendo um auxílio, principalmente para quem ficou desempregado ou perdeu seu negócio nesses tempos difíceis. Acontece que Jasmine Martinez, uma moradora da Flórida, está sendo acusada de utilizar esse dinheiro para contratar um matador de aluguel e encomendar a morte de Le’Shonte Jones, atual namorada de seu ex.

Segundo o jornal Miami Herald, a polícia concluiu que Martinez solicitou o auxílio da pandemia para poder manter as atividades do seu salão de beleza, chegando a arrecadar mais de 15 mil dólares. Dias antes do crime acontecer, ela fez um saque de mais de 10 mil dólares, dinheiro obtido pelo Programa Federal de Proteção ao Pagamento.

Leia também:

Recomendados

Menina desaparecida há mais de um anos é encontrada debaixo de escada

Golpe da formatura: prejuízo calculado é de mais de 1 milhão de reais

No dia 3 de maio de 2021, o assassino Javon Carter cometeu o crime em plena luz do dia, baleando Le’Shonte perto do apartamento da vítima, em Miami, e acabou ferindo também seu filho de apenas 3 anos que estava próximo a ela.

Após nove meses de investigação, a polícia de Miami prendeu Romiel Robinson, um intermediário entre o assassino de aluguel e Jasmine, e também namorado de Jasmine. Javon ainda chegou a gravar um vídeo onde mostra a grande quantidade de dinheiro que recebeu e ainda diz que é apenas mais um dia no escritório.

Em 2016, Jasmine foi presa por agredir Le’Shonte por conta de ciúmes, e em 2018 foi presa novamente por espancar a vítima. Le’Shonte foi atacada por dois homens em um estacionamento, sendo um deles Kelly Nelson, namorado de Jasmine na época.

Um mês antes do assassinato, Le’Shonte Jones relatou às autoridades que sofreu esses ataques e continuava sendo intimidada por Martinez. Os advogados do casal negam o envolvimento no crime.

⋅ ⋅ ⋅

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM