Notícias

Pesquisas revelam aumento da violência contra a mulher no último ano

DataSenado e Fórum Brasileiro de Segurança Pública realizaram levantamento sobre violência contra a mulher em 2021

Duas pesquisas recentes revelaram um aumento no número de casos de violência contra as mulheres no Brasil. A primeira, um levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra um crescimento de 8,3% em casos de estupro, passando de 24.664 nos primeiros seis meses de 2020 para 26.709 neste ano.

Já para os casos de feminicídio, nos primeiros seis meses deste ano, quatro mulheres foram mortas por seus companheiros ou ex por dia no país: 666 vítimas de feminicídio de janeiro a junho, o maior da série histórica iniciada em 2017.

Segundo a própria pesquisa, este aumento pode ser explicado por conta da subnotificação de casos no ano passado. Com a pandemia de covid-19, muitos crimes que requerem denúncia presencial em delegacias deixaram de ser registrados.

No entanto, a percepção da sociedade quanto aos crimes de violência de gênero também aumentaram neste último ano. A pesquisa de opinião “Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher — 2021″, realizada pelo Instituto DataSenado, em parceria com o Observatório da Mulher contra a Violência, revelou que a maioria das mulheres brasileiras (86%) percebe um aumento na violência cometida contra pessoas do sexo feminino durante em 2021.

A pesquisa é realizada a cada dois anos, desde 2005. A edição de 2021 revela um crescimento de 4% na percepção das mulheres sobre a violência em relação à edição anterior. O estudo ouviu 3 mil pessoas entre 14 outubro e 5 de novembro.

⋅ ⋅ ⋅

Leia também

Feminicídio: 1 em cada 6 mulheres já sofreu tentativa, revela pesquisa

1 em cada 3 mulheres sofre violência física ou sexual, de acordo com a Organização Mundial da Saúde

Hoje é Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher; entenda o porque da data

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM