Notícias

Estupro no Rodeio de Jaguariúna: exame comprova ‘Boa Noite, Cinderela’ em organismo da vítima

Jovem denunciou a violência sexual em suas redes sociais na semana passada

Francine Andrade, 23 anos, relatou em suas redes sociais, ter sido vítima de estupro após ter sido dopada no camarote do Rodeio de Jaguariúna, no sábado, 27. Segundo depoimento de Francine, o IML já constatou que houve crime. Uma atualização do caso aponta, agora, que a jovem foi realmente dopada.

Depois de realizar exames toxicológicos, ficou constatada a presença da droga conhecida como ‘Boa Noite, Cinderela’ em seu organismo. No último sábado, 4, Francine voltou às suas redes sociais para falar, mais um vez, sobre o caso e para rebater comentários de que ela estaria mentindo sobre a violência sofrida.

O caso segue em investigação e corre em segredo de Justiça. Francine está recebendo apoio e acolhimento jurídico, médico, socioassistencial e psicológico do o projeto Justiceiras, idealizado pela promotora Gabriela Manssur, além de contar com advogados que estão acompanhando as investigações.

Recomendados

⋅ ⋅ ⋅

Leia também

Mulher denuncia estupro durante Rodeio de Jaguariúna

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM