Notícias

Mulher diz que sofre com “fobia alimentar” e não come vegetais há 30 anos

A mulher revelou que tem fobia alimentar e só come batatas fritas, sanduíches de queijo e pão de alho

Emma, 34, de Harrogate, Inglaterra, apareceu no programa de TV “Extreme Food Phobics” e revelou que não come vegetais há 30 anos e que sua dieta alimentar consiste em batatas fritas, sanduíches de queijo e pão de alho.

No episódio do programa, ela afirmou que sabe que precisa lidar com sua fobia e que sua dieta está gerando diversos problemas, como cansaço, sonolência e que já não tem mais vida social ativa.

+ NOTÍCIAS

“Acho que meu objetivo seria fazer uma refeição de Natal com minha família e não comer batatas fritas e pão de alho no dia de Natal”, afirmou Emma. “Estou desesperada para superar essa fobia, não apenas por minha própria sanidade e saúde, mas por meus amigos e família”, complementou.

A mulher também explicou que desenvolveu “fobia alimentar” quando criança. “Aos quatro anos de idade, minha mãe tinha dificuldade para eu comer novos alimentos”, disse Emma.

A mãe chegou a levar a menina em médicos. “Tudo o que minha mãe recebia era: ‘É só uma fase em que ela vai sair dessa’ e eu não consegui. Então, basicamente, tenho 34 anos e tenho um distúrbio alimentar em que não consigo experimentar novos alimentos fisicamente”, explicou.

Em conversa com o apresentador do programa Dr. Ranj, ela foi alertada que a quantidade de carboidratos refinados que ela consome diariamente está colocando-a em risco de obesidade e riscos de saúda.

“O problema particular com o pão é que ele contém uma grande quantidade de carboidratos refinados e isso vai atrapalhar seus níveis de açúcar no sangue”, disse ele.

“O pão de alho contém muito óleo, o que destrói muito as gorduras do sangue. Juntar tudo a longo prazo vai colocá-lo em risco de obesidade.

“O outro problema é que você não está recebendo suas vitaminas e minerais essenciais. Um em particular é o ferro, o ferro é importante para as células vermelhas do sangue e ajuda você a se sentir energizado e mais capaz de fazer as coisas que deseja fazer todos os dias”.

Durante o programa, Emma foi desafiado a mudar seus hábitos alimentares e conseguiu iniciar o processo de forma positiva. “Eu fiz progresso. Comi um pasty de queijo e cebola, gostei muito. Eu experimentei um pouco de bacon, eu gostei que eu só preciso aguentar e me esforçar”, disse.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM