Notícias

Jovem recebe diagnóstico de “homossexual” em consulta com o ginecologista

A jovem foi ao ginecologista para entender seus ciclos menstruais curtos e saiu com o diagnóstico de “homossexual”. O caso gerou repercussão na Espanha

Alba Aragón, uma jovem de 19 anos, realizou uma consulta com o ginecologista Eugenio López no Hospital Reina Sofia na última segunda-feira (4) para entender o motivo dos seus ciclos menstruais serem tão curtos.

O que ela não esperava era que sairia da consulta com o seguinte diagnóstico: “Doença atual: homossexual”. O caso gerou muita repercussão na Espanha, local onde a situação aconteceu, e a jovem disse que se sentiu “surpresa”.

“A única coisa que queremos dessa família é que não volte a acontecer. Hoje a homossexualidade não é uma doença e não tem o que falar. Essas situações podem causar muitos prejuízos aos adolescentes que têm dúvidas ou que vêm de um ambiente homofóbico. É preciso normalizar que cada um pode ter qualquer orientação”, disse Santi, mãe da jovem.

Após a repercussão do caso, a Associação de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transativistas de Cartagena e Comarca (Galactyco) entrou com uma denúncia contra o profissional.

+ NOTÍCIAS

“Foi em 1990 quando a Organização Mundial de Saúde retirou a homossexualidade da lista das doenças mentais, e ainda 31 anos depois, no Sistema de Saúde de Múrcia alguns profissionais continuam a assumir a orientação sexual como doença”, diz o comunicado do coletivo Galactyco.

O ginecologista Eugenio López, também professor adjunto da Universidade de Murcia, tem mais de 35 anos de experiência e nos últimos 15 se dedicou à reprodução assistida, ajudando “muitos” casais homossexuais a terem filhos, detalha o jornal El Español .

Em entrevista ao jornal El Español, o médico afirmou que atribuiu o diagnóstico a um “erro de computador”. “Em vez de escrever esta palavra (homossexual) na caixa correspondente, na caixa ‘antecedentes’, por interessar ao contexto clínico da doença desta menina, o que aconteceu é que saltou para a caixa ‘doença atual’”, disse.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM