logo
Notícias 09/09/2021

Justiça determina que Gol pague maquiagem, manicure e depilação de funcionárias

As funcionárias da Gol entraram como uma ação coletiva que foi aceita pela justiça

Por : Da redação

A Justiça do Trabalho acatou uma ação coletiva das funcionárias do Gol que solicitava que a empresa arcasse com os custos de sua exigência com relação a imagem de suas empregadas.

De acordo com a decisão, as mulheres não deverão arcar com os custos dos procedimentos e produtos de beleza com os próprios salários.

+ NOTÍCIAS

A sentença ainda estabelece indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 500 mil. Isso porque o entendimento da Justiça é que a norma da empresa implicou “discriminação de gênero e minoração salarial feminina”.

De acordo com informações do Globo, caso a Gol não indenizar as funcionárias ou forneça maquiagem, ela deverá retirar dos manuais o padrão estético exigido das funcionárias.

LEIA TAMBÉM