logo
/ Media Wales
Notícias 27/05/2021

Bebê morre dormindo na cama dos pais: “há riscos em compartilhar a cama”

Um bebê morreu dormindo na cama com seus pais, que ficaram perturbados quando acordaram e o encontraram azul. O caso ocorreu no Reino Unido

Por : Da redação

Samuel Torlop, o pai, despertou e viu o bebê Ifan George Torlop deitado imóvel na cama. Ele começou a gritar para despertar sua parceria Alana Bailey ao perceber que Ifan estava azul.

O pequeno escorregou para o fim de cama e ficou coberto pelo edredom. O pai imediatamente iniciou o procedimento para fazer Ifan voltar a respirar o chamou a ambulância. Os paramédicos chegaram, mas não conseguirem ressuscitar a criança.

Os pais comentaram que o bebê começou a dormir com eles, após voltar do hospital onde havia ficado internado para tratar a bronquite. Ele não estava conseguindo mais dormir em seu berço e, por isso, eles decidiram deixá-lo dormir na cama.

A polícia identificou álcool no sangue dos pais. O inquérito afirmou que Bailey bebeu “duas taças de vinho” e Torlop “duas garrafas de cerveja”. “Se você está embriagado, você tem menos consciência da posição do bebê”, afirmou o patologista Dr. Deryk James.

O inquérito também ressaltou que “a criança não apresentou ferimentos que causassem preocupação. O co-leito é conhecido por ser inseguro e sabemos que visitantes de saúde alertaram os pais sobre esses perigos”.

+ MATERNIDADE

“Ele foi encontrado no meio da cama, mas sob o edredom. Sabemos que as mortes infantis súbitas são mais prováveis ​​de acontecer quando o bebê está muito quente ou em uma posição que não é a ideal”, afirmou o patologista.

“Não havia dúvida de que a criança foi cuidada, limpa e criada em um ambiente de amor”, destacou.  “A causa da morte dele não foi determinada e não havia evidência de sobreposição. O consumo de álcool é um risco ao dormir junto, pois você tem menos consciência do sono do bebê”.

LEIA TAMBÉM