logo
/ @ ClarissasCause / Twitter
Notícias 06/05/2021

Mãe tenta exumar corpo da filha de 3 anos após a criança ser enterrada com o pai que a matou

Ao enterrar o corpo de sua filha, segunda a mãe, houve um erro e agora ela tenta corrigi-lo

Por : Da redação

Rebecca Saunders, 34, está tentando exumar o corpo de sua filha depois que ela foi enterrada com seu pai, que a matou em um assassinato-suicídio.

A mulher afirma Martin McCarthy, 50, o marido, entrou no Audley Cove, West Cork, Irlanda, segurando sua filha de três anos nos braços e acabou matando a pequena e se suicidando.

Os dois foram enterrados juntos, mas a Sra. Saunders desde então tentou corrigir o que ela chama de “erro”.

Já se passaram oito anos após os dois serem enterradas e a mulher ainda luta para separá-los. Após sua longa luta, o agente funerário aceitou o pedido da mãe.

“Sinto-me muito aliviada com esta notícia, pois essa era a maior questão em minha mente enquanto avançamos na aplicação para exumar Clarissa.  Ela recebeu a certidão de óbito de McCarthy em 30 de abril, de que precisa para exumar o caixão onde os dois corpos estão enterrados, e planeja apresentar seu pedido no final deste mês”, afirmou ela segundo o Metro UK.

Em seu luto, Rebecca Saunders disse que concordou que os dois corpos fossem enterrados juntos porque ela estava em uma “névoa de tristeza e choque” e porque ela não queria que Clarissa ficasse sozinha.

No entanto, ela sente que acabou abandonando a filha e, por isso, mudou de ideia e agora sente que se livrou “um pouco do peso insuportável de sentir que abandonou a filhinha”. 

Por meio do financiamento coletivo, ela conseguiu arrecadou mais de US $ 55.000 para cobrir os custos legais. 

O dinheiro arrecada que não for utilizado para exumar Clarissa será doado para a Edel House, que apoia vítimas de violência doméstica, e para a Unidade Neonatel do Hospital Maternidade da Universidade de Cork. 

“Eu realmente não posso dizer que sinto que algum dia serei capaz de perdoá-lo. Eu sinto que ele usou sua filha como uma espada para me apunhalar no coração. E eu acho isso muito, muito errado”, finalizou.

LEIA TAMBÉM