Notícias

Bia, inteligência artificial do Bradesco, agora tem respostas contra o assédio sexual

A Bia, inteligência artificial do Bradesco, estava recebendo diversas mensagens com assédio sexual e o banco decidiu tomar uma atitude!

inteligência artificial do Bradesco

Toda mulher sabe que não é nada fácil existir neste mundo, mas quando percebemos que até uma inteligência artificial, que se apresenta como mulher, sofre as consequências do machismo é difícil não contar a tristeza. A Bia, inteligência artificial do Bradesco, estava recebendo diversas mensagens de assédio sexual.

Ao perceber isso, o Bradesco decidiu tomar uma atitude e criou respostas contra o assédio.

“Estas mensagens não serão toleradas. Inspirados pelo movimento «Hey, atualize minha voz», da UNESCO, mudamos as respostas da BIA para que ela reaja de forma justa e firme contra o assédio. Sem meias palavras. Sem submissão” explico o Bradesco.

+ NOTÍCIAS

  1. Eita! Mulher corta suas unhas de 7 metros pela primeira vez em 30 anos
  2. Amigo de Tom Veiga revela mensagem do intérprete do Louro José dizendo que havia sido agredido por sua ex-esposa
  3. Primeira travesti eleita vereadora de Piracicaba é assassinada

O banco ainda criou uma página para divulgar mais informações contra o assédio. Dentro o conteúdo destacado está 8 comportamentos que devemos eliminar do nosso dia a dia, como:

  1. Insinuações, piadas ou expressões de cunho sexual
  2. Conversas indesejáveis sobre sexo
  3. Uso proposital de expressões ou termos com duplo sentido (sendo um deles sexual)
  4. Menção a partes do corpo sem necessidade, em especial às genitálias
  5. Convites impertinentes
  6. Apelidos inadequados («linda», «bebê», «meu amor», «cheirosa», etc)
  7. Xingamentos e ofensas
  8. Expressões e adjetivos que diminuem as mulheres («tinha que ser mulher», «burra», «mulher não faz nada direito», etc)

LEIA TAMBÉM

Apoie
Compartilhe os nossos textos com os seus amigos. O seu apoio ajuda a manter a NOVA MULHER como um site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o nosso trabalho.

Siga-nos
Gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para ter acesso a mais novidades: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Nós também participamos do Google Notícias:

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM