Saúde e Bem-estar

Conheça 5 alterações que o estresse excessivo pode causar em seu corpo que se refletem na sua aparência

O estresse afeta a beleza no peso, por exemplo, podendo causar um aumento ou perda rápida e em excesso.

Mulher estressada

O estresse é uma resposta do organismo que acontece quando alguém passa por situações súbitas ou ameaçadoras. Ele é normalmente caracterizado por sintomas como alterações de humor, problemas de atenção, concentração, memória, entre outros.

No entanto, o que muitas pessoas podem não saber é que, o estresse excessivo pode também afetar a beleza. Isto porque, acontecem alterações dentro do corpo, afetando a aparência em diferentes áreas.

Sendo assim, que tal descobrir maneiras distintas que o estresse pode afetar a sua beleza para começar a se atentar a partir de hoje? Confira 5 a seguir, de acordo com o portal Nueva Mujer (texto em espanhol):

1. Envelhecimento precoce

O estresse afeta a beleza porque produz hormônios como o cortisol e a adrenalina. Quando estas duas substâncias estão presentes por muito tempo e frequentemente, possuem influência negativa no corpo, limitando o funcionamento regular.

Desta forma, provoca alterações nas células da pele que diminuem sua elasticidade e colabora para o surgimento de rugas e marcas de expressão. Outro efeito negativo é que atinge a produção de melanina e, assim, provoca o aparecimento de fios grisalhos.

2. Mudanças drásticas no peso

O estresse afeta a beleza também no peso, podendo causar um aumento ou perda rápida e em excesso. Isto porque, altera a produção de cortisol, epinefrina e outros hormônios que possuem a função de queimar e aumentar as calorias do corpo.

Eles também influenciam a forma como o intestino processa e metaboliza os alimentos e isto pode ocasionar em mudanças bruscas na massa muscular.

3. Queda capilar

A queda capilar é um problema que diversas pessoas temem, pois costumam dizer que quando estão estressadas, esta é outra das consequências. Os folículos pilosos ficam enfraquecidos e também podem ocorrer situações autoinfligidos, como tricotilomania, que é um impulso psicológico que leva alguém a arrancar os próprios cabelos.

4. Unhas quebradiças

As unhas são outra das formas pelas quais o estresse afeta a beleza. Isto porque, são compostas principalmente por uma proteína conhecida como queratina que, junto com os aminoácidos, fornece sua dureza.

Quando o corpo está frequentemente estressado, a produção desta proteína é alterada, fazendo com que o crescimento regular e a resistência das unhas sejam alterados. Desta forma, acontece a descamação, a porosidade excessiva e a quebra.

5. Desequilíbrio da pele

Quando uma pessoa tem problemas de estresse e ansiedade, é inevitavelmente perceptível na pele, já que isto pode gerar um desequilíbrio no pH. Desta forma, a pele fica seca e sem brilho ou, pelo contrário, provoca alterações hormonais que descontrolam a produção sebácea e de cortisol, dando origem ao surgimento de espinhas e manchas.

· · ·

Leia também:

https://www.novamulher.com/estilo-de-vida/2023/05/03/estes-3-habitos-cotidianos-simples-podem-causar-ansiedade-e-voce-provavelmente-nao-sabia/

https://www.novamulher.com/estilo-de-vida/2023/05/02/os-5-erros-mais-comuns-que-voce-comete-ao-limpar-o-rosto-e-podem-envelhecer-a-sua-pele/

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM