Saúde e Bem-estar

Essa é a técnica que promete reduzir a ansiedade em minutos

Saiba mais sobre o tapping

Essa é a técnica que promete reduzir a ansiedade em minutos

Quando estamos ansiosas, começamos a pensar em tantas coisas para nos acalmar que passos simples nos fazem achar que aquilo não é suficiente para reduzir a ansiedade, não é mesmo? Mas existe uma técnica chamada tapping que tomou conta das redes sociais depois de Boy George praticar o exercício durante o reality show “I’m A Celebrity… Get Me Out of Here!”

Leia também:

Celebridades se posicionam contra a volta do “heroin chic”

Com isso, especialistas começaram a compartilhar no TikTok como você pode fazer a técnica em casa, podendo ser utilizada em qualquer situação. Afinal, a ansiedade nos atormenta todos os dias e, mesmo com muitos medicamentos e aplicativos disponíveis de meditação, soluções mais simples parecem ser mais eficazes no momento.

O tapping, também chamado de toque, consiste em tocar certos lugares do corpo para equilibrar a energia, chamados de pontos meridianos que são bem conhecidos na medicina chinesa. “A diferença com o tapping para outras modalidades é que, quando você está tocando, não se trata de reenquadrá-lo no momento, é mais uma questão de aceitação e diminuição da intensidade da experiência.”, conta Holly Matthews para a Glamour.

Com isso, tocar os pontos meridianos nos faz enviar sinais para a amígdala, parte de fuga ou luta do cérebro, nos ajudando a acalmar e relaxar em poucos minutos, nos fazendo avançar com mais calma sobre as coisas, e ajudando a restaurar a energia para um estado equilibrado.

Esses pontos meridianos em si são muito parecidos com o sistema circulatório do sangue, permitindo um fluxo de energia que também é usado em acupunturas ou acupressões, como topo da cabeça, sobrancelha, lado do olho, debaixo do nariz, queixo, clavícula e por aí vai.

Para fazer a técnica, você pode começar tocando no ponto do golpe do karatê, tocando em cada ponto aproximadamente por sete vezes, repetindo a frase três vezes: “Mesmo que eu esteja me sentindo sobrecarregado e com medo, eu aceito quem eu sou e como me sinto.”

Com isso, você pode partir para outros pontos e dizer as seguintes frases enquanto toca, segundo a Glamour:

Sobrancelha: “Estou me sentindo muito sobrecarregada.”

Lado do olho: “Todas essas coisas acontecendo.”

Sob o olhar: “Estou muito estressado.”

Sob o nariz: “E se eu perder alguma coisa?”

Chin: “E se tudo ficar demais?”

Clavícula: “Estou tão sobrecarregado agora.”

Debaixo do braço: “E eu não sei como passar por isso.”

Topo da cabeça: “Tanta coisa acontecendo agora.”

Sobrancelha: “E eu não consigo lidar com tudo isso.”

Lado do olho: “E se eu perder alguma coisa?”

Sob o olhar: “E então eu vou estragar tudo.”

Sob o nariz: “E fico ansioso só de pensar nisso.”

Chin: “Estou estressado.”

Clavícula: “Estou me sentindo sobrecarregado.”

Debaixo do braço: “Com tudo o que tenho.”

Topo da cabeça: “Não consigo pensar direito!”

Inspire profundamente e expire. Em seguida, continue a tocar e repita as sequências até se sentir mais calmo e aliviado. Quando sentir alívio, toque em uma ‘rodada positiva’ e diga cada frase abaixo em voz alta:

Sobrancelha: “Eu sei que posso passar por isso.”

Lado do olho: “Eu sei que tenho força interior.”

Sob o olhar: “Eu escolho acreditar que vou superar isso.”

Sob o nariz: “Eu sei que posso encontrar meu poder interior.”

Chin: “Eu acredito que esta é a minha jornada agora.”

Clavícula: “Eu sei que posso passar por isso.”

Debaixo do braço: “E me sentir bem comigo mesmo novamente.”

Topo da cabeça: “Eu escolho acreditar na minha força interior.”

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM