Saúde e Bem-estar

Alguns exercícios podem aumentar a sua fertilidade

Vale a pena testar

Alguns exercícios podem aumentar a sua fertilidade

Começar uma família não é uma tarefa tão fácil para alguns, mas uma dica ou outra pode ajudar a cuidar mais ainda da sua saúde reprodutiva. Sejam mudanças no estilo de vida ou uma rotina de exercícios, alguns itens fitness podem te ajudar nesse momento.

Leia também:

Um hack do TikTok promete deixar as noites de quem tem TDAH melhores

Recomendados

Uma pesquisa feita em 2017 pela Sports Medicine mostra que fazer de 30 a 60 minutos de exercícios vigorosos diariamente estava associada a um risco reduzido de infertilidade anovulatória. Esse é o momento quando o ovário não libera um óvulo durante a menstruação, sendo responsável por 30% dos casos de infertilidade feminina.

Mas, a prática de exercícios por mais de 60 minutos por dia leva à síndrome do excesso de treinamento, algo que pode esgotar nosso sistema nervoso e deixar as chances de infertilidade nas mulheres ainda maior. Portanto, o equilíbrio é a melhor resposta.

Alguns exercícios em específico podem ajudar a aumentar a fertilidade, mas os especialistas dizem que ter uma rotina regular, equilibrada e fazer algo que você gosta de forma consistente é benéfico para todo o seu corpo. “Envolver-se em uma rotina regular de exercícios pode ser benéfico para a fertilidade, pois o exercício pode ajudar a reduzir os níveis de estresse, promover a perda de peso se estiver acima do peso e melhorar a circulação sanguínea”, diz Alex Robles, MD, do Columbia University Fertility Center. “Qualquer exercício que você achar agradável pode ser útil. É menos sobre o tipo de treino que você faz e mais sobre tornar a atividade física uma constante em sua vida.”

Portanto, exercitar-se repetidamente com exercícios aeróbicos como correr e nadar por mais de sete horas da semana aumentam o risco de problemas de ovulação. “O exercício extremo pode sair pela culatra e causar resultados negativos na saúde reprodutiva”, diz Cynthia Murdock, MD, parceira em endocrinologia reprodutiva na Illume Fertility. “Mulheres que se exercitam excessivamente podem ter amenorreia (ausência de menstruação) ou ter um índice de massa corporal muito baixo, ambos ruins para a fertilidade.”

Nada melhor do que escutar seu corpo e ajustar seus treinos, se certificando que também é necessário comer o suficiente em cada sessão, já que queimar mais calorias do que você ingere traz disfunção menstrual, baixa energia e diminuição da densidade mineral óssea.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM