Saúde e Bem-estar

Você é uma mãe esgotada? Veja como saber, de acordo com um psicólogo

Muitos sinais podem ser indicativos de que você está com burnout materno

Você é uma mãe esgotada? Veja como saber, de acordo com um psicólogo

O esgotamento materno ou burnout materno, tem ganhado os holofotes nas discussões sobre saúde mental, mas este conceito é algo que existe há muito tempo, O que há de novo quando se fala em burnout em 2022 é que o nosso risco de burnout é maior do que nunca devido ao tipo de estilo de vida ao qual fomos submetidos – durante a pandemia e além.

Entre fevereiro de 2020 e janeiro de 2022, quase dois milhões de mulheres nos Estados Unidos deixaram o mercado de trabalho para cuidar das tarefas domésticas, porque precisavam priorizar seus filhos. Sabemos que a pandemia causou escassez de cuidados infantis, pois as demandas de trabalho permaneceram consistentes com alguns empregadores sendo menos flexíveis do que outros.

Na maioria das famílias, os pais ganhavam o espaço de escritório mais privado, enquanto as mães completavam o que podiam de suas tarefas de trabalho, ao mesmo tempo em que participavam de três refeições por dia, tédio entre o tempo de tela, educação em casa e educação virtual de seus filhos, cuidados com as crianças, autocuidado e relacionamento.

A pandemia revelou que as mulheres se sentiam invisíveis, não ouvidas e desvalorizadas em seus papéis como líderes de cuidado em suas casas e espaços de trabalho. Tudo isso culminou em mais mães sentindo os efeitos do burnout, com 93% das mães dizendo que se sentiram esgotadas, pelo menos ocasionalmente, de acordo com a pesquisa State of Motherly de 2021 da Motherly.

Alguns sinais podem ser indicativos do esgotamento materno no dia a dia e abaixo explicamos um pouco mais sobre isso:

O que é esgotamento materno?

Burnout materno é um estado crônico caracterizado por exaustão física, mental e emocional e ocorre quando o estresse contínuo diminui os recursos energéticos de uma pessoa. O burnout parental foi categorizado por quatro dimensões:

  • Uma exaustão persistente, perturbadora e avassaladora como mãe;
  • Comparação com um eu-mãe anterior e melhor (sentindo vergonha e culpa sobre o “senso comum” da maternidade);
  • Sentir-se como se não pudesse mais ser mãe e já chegou no seu limite;
  • Distanciar-se emocionalmente das crianças e fazer o mínimo necessário para realizar uma tarefa.

Como é uma mãe esgotada na vida real?

Aqui estão alguns sintomas do dia-a-dia para ver se você está em risco ou já está com esgotamento materno:

1. Constantemente Cansado

Se você está fazendo todas as coisas que lhe dizem para fazer, como comer direito, se exercitar, fazer pausas, etc., mas ainda se sentir constantemente exausto toda vez que interage com seus filhos, pode estar sofrendo de esgotamento.

2. Irritada ou gritando (mesmo quando você não quer)

Algumas mães gritam para que seus filhos façam o que eles querem, e algumas mães sentem que não podem evitar. A gritaria acontece mesmo quando eles estão de bom humor, mas os gritos saem como se essa fosse a única maneira que eles soubessem falar.

3. Sentir que “não é boa o suficiente”

As mães estão sujeitas a toneladas de julgamentos e críticas – por alguma razão, é socialmente aceitável dizer às mães que elas são a razão pela qual seu filho não é um tipo de pessoa “(preencha o traço socialmente desejável para a criança aqui)”.

Como uma pessoa pode ser responsável por cada palavra, pensamento, sentimento e ação que outro ser animado e em evolução toma? São essas expectativas de precisar controlar as ações incontroláveis ou imprevisíveis das crianças que é uma das muitas razões pelas quais as mães sentem que “não são boas o suficiente” na maternidade.

4. Querer “fugir”

Você já desejou que a maternidade fosse um trabalho remunerado em tempo integral para que você pudesse sair ou mudar de emprego? Muitas de nós nos sentimos assim, especialmente quando não vemos um fim à vista para as demandas físicas e emocionais diárias que é a maternidade. Você pode estar sofrendo de esgotamento se teme voltar às responsabilidades maternais, mesmo depois de ter tirado algum tempo.

5. Ter apenas interações negativas com seus filhos

Burnout é uma coisa complicada. Mesmo quando você acha que está fazendo o seu melhor, isso faz com que você se concentre apenas no negativo. Se você estiver conversando com seus filhos apenas para corrigir o mau comportamento deles ou mantê-los na tarefa, o esgotamento pode estar afetando sua capacidade de ver suas vitórias diárias na paternidade e até mesmo as alegrias nas peculiaridades de seu filho.

Por que precisamos identificar o burnout?

Identificar o burnout é importante porque o ajudará a descobrir quais etapas devem ser seguidas. É problemático não apenas para a mãe que está passando por isso, mas também para as crianças que podem ser afetadas. O esgotamento de uma mãe coloca seu filho em risco de abuso e negligência, algo que mesmo uma mãe esgotada não deseja para seu filho.

Como saber se estou esgotada?

Os sintomas acima podem ser um primeiro passo para rotular seu esgotamento. Se você deseja identificar se está sofrendo de burnout parental, confira este questionário rápido de burnout. Se você deseja receber suporte adicional para o seu esgotamento, encontre um terapeuta próximo aqui.

· · ·

+ MATERNIDADE:

Pesquisa revela que pais consideram importante inserir o tema ‘saúde mental’ nas escolas

Vídeo | Mãe se arrepende de nome que deu ao filho: “só depois percebi que o significado pode ser rude”

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM