Saúde e Bem-estar

Alguns problemas de estômago na hora de viajar podem ser resolvidos com essa dica

O fenômeno é conhecido como “gut lag” e atinge milhares de pessoas

Alguns problemas de estômago na hora de viajar podem ser resolvidos com essa dica

Quem pega muito avião para fora do país já deve ter ouvido sobre o jet lag, fenômeno que nos deixa toda atrapalhada por conta da mudança dos horários. Mas, existe outro fenômeno chamado gut lag que também mexe com nosso órgãos e com nosso microbioma intestinal, que desempenham um grande papel em tudo, seja no nosso humor, na nossa energia ou no nosso desejo sexual.

Leia também:

Bella Hadid abre o coração sobre os problemas da saúde mental na indústria da moda

Por conta do nosso sistema imunológico estar boa parte localizado no intestino, eles também combatem vírus e infecções, sendo imprescindível deixar tudo equilibrado. Mas, quando o jet lag acontece, esse microbioma fica totalmente fora de controle, trazendo efeitos colaterais como constipação e diarréia.

Os voos de longa distância trazem mudanças repentinas no nosso ciclo, seja na alimentação ou na hora de dormir, e além de nos fazer sentir grogues, tudo sai do controle porque nossa programação é controlada por uma parte do cérebro que se guia através da luz e da escuridão, governadas pelo relógio circadiano.

De acordo com Sammie Gill, nutricionista da marca de probióticos Symprove, “isso ocorre porque seus micróbios intestinais sincronizam com seu relógio biológico, então mudanças repentinas em seu ciclo normal de sono-vigília também podem resultar em mudanças no cenário do microbioma”.

Especialista em intestino e nutricionista clínica, Nishtha Patel concorda. “Somos criaturas de hábitos”, diz ela. “O corpo tem um relógio interno de 24 horas, que mantém todas as nossas funções corporais funcionando corretamente e no horário. Nosso microbioma intestinal suporta essas funções e também desempenha um papel em nosso ritmo circadiano, produzindo o hormônio melatonina, responsável pelo nosso ciclo sono-vigília”.

Para cuidar desse problema, é melhor comer pequenas refeições ou até evitar sobrecarregar seu sistema digestivo quando está voando, para não ter indigestão, cólica ou gases que podem ser resultados da pressão do ar.

Além disso, acertar o relógio antes de viajar e começar a comer e dormir na nova hora local pode ser uma ajuda, além de tentar também dormir no avião ou ficar acordado caso seu voo seja de dia.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM