Saúde e Bem-estar

Hilary Duff conta que sente com a “culpa de mãe” por conta da doença da filha

Ela se abriu contando sobre a situação atual da filha de 1 ano

Hilary Duff conta que sente com a “culpa de mãe” por conta da doença da filha

Nós conhecemos Hilary Duff ao nos proporcionar séries incríveis como Lizzie McGuire, How I Met Your Father e Younger, mas agora ela vem também com um desabafo que nos fez pensar muito sobre seu momento, e com a culpa de mãe que ela sente quando sua filha de apenas 16 meses, Mae, foi diagnosticada com uma doença de mão, pé e boca.

Leia também:

As separações de dedos podem ajudar e muito no nosso bem-estar

“Nenhum dos meus outros filhos já teve mão, pé e boca, então eu nunca vi isso antes”, disse a atriz a seus 22,4 milhões de seguidores por meio de seus stories no Instagram, acrescentando que a condição “parece horrível”. Hilary continuou falando sobre esse momento difícil, e como é ainda pior pois tem que ficar longe da filha em alguns momentos por conta da agenda atribulada, enquanto filma novos episódios de How I Met Your Father.

“Não pude estar com ela o dia todo porque estou no trabalho”, acrescentou a atriz de 34 anos. “Eu amo muito meu trabalho, mas isso é apenas um pequeno grito de alerta para os pais que trabalham que precisam deixar seus filhos em momentos que não parecem naturais. É meio que vai contra tudo em seu corpo não estar com eles em momentos como esse”, continuou ela.

A doença da mão, pé e boca é algo comum principalmente na infância, mas também pode afetar os adultos. Entre os primeiros sinais estão dor de garganta, febre alta, falta de apetite e algumas úlceras que aparecem nas áreas, junto com erupções cutâneas. As úlceras aparecem principalmente na boca e na língua, podendo ser dolorosas e por isso acontece a perda de apetite.

Além disso, algumas manchas podem aparecer nas mãos, pés, coxas e no bumbum, que podem ser rosas, vermelhas ou mais escuras, dependendo do seu tom de pele, que se tornam bolhas cinzas ou mais claras que a pele ao redor, também podendo ser dolorosas.

Segundo os especialistas, essa doença é pior em bebês e crianças menores de cinco anos, e pode melhorar sozinha entre 7 e 10 dias, mas o ideal é tratar com um antibiótico ou outros remédios. Agora é torcer para que a filha de Hilary fique bem, né?

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM