Saúde e Bem-estar

Os problemas que fumar traz para a nossa pele, seja no vape ou no cigarro

Descubra mais a fundo quais os problemas que você pode ter com essa questão

Os problemas que fumar traz para a nossa pele, seja no vape ou no cigarro

Fumar é tóxico e todo mundo já sabe, ou pelo menos deveria saber. Esse é um hábito ruim para todos os órgãos do corpo, e mesmo com os efeitos colaterais nas caixas de maço de cigarro estando bem aparentes, há milhões de pessoas no mundo que ainda fumam e que podem estar propícias a desenvolver um câncer de pulmão a cada ano que passa.

Leia também:

O “método do sussurro” é a nova tendência do TikTok para a saúde mental

Além disso, fumar traz um envelhecimento maior e prematuro da pele, já que o hábito altera as fibras elásticas estreitando os vasos sanguíneos, e reduzindo a hidratação, colágeno e elastina da pele. Se não bastasse, fumar ainda atrasa a circulação das feridas e aumenta a chance de termos infecções na pele com condições inflamatórias, como a psoríase.

Isso acontece por conta das cerca de 7000 substâncias tóxicas que um cigarro carrega e atinge diretamente a pele, seja pela corrente sanguínea ou pela fumaça em si. Em termos de textura, o cigarro traz também rugas mais profundas e grossas, pálpebras e um maxilar mais frouxo ao longo dos anos, e a camada superior da pele se torna mais espessa, trazendo uma pele opaca e sem vida.

A pele do fumante sofre bastante porque fumar um cigarro bloqueia nossa pele de oxigenar, impedindo que o sangue circule adequadamente. Além disso, pode acontecer também a vasoconstrição, já que fumar traz um estresse oxidativo, causando uma isquemia tecidual e desencadeando uma resposta imune, consequentemente aumentando as chances da eczema e da psoríase.

A fumaça é algo pior ainda, já que isso não é diferente do que enfiar no rosto uma rajada quente de uma fumaça de escapamento, com os mesmo produtos químicos que a poluição. Por isso, o vape também é bem prejudicial para a nossa saúde, e os estudos mostram o quanto eles são piores para a nossa saúde em geral do que os níveis de poluição que já estão altíssimos.

Parar de fumar é uma das melhores escolhas, mas sabemos que isso não é algo fácil. Para melhorar a pele que passou por todas essas questões, nada melhor do que usar vários soros de vitamina C, cremes de retinol e procedimentos estéticos não cirúrgicos que ajudam a restaurar a pele antiga. Se você continuar fumando após tudo isso, a pele piora gradualmente e continua a se deteriorar.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM