Comportamento e Relacionamento

Mulher engana namorado por causa de desodorante: ‘Ele surtou e disse que era nojento’

De acordo com a autora do relato, ninguém notava a aplicação do produto ou a falta dela.

Uma mulher desabafou no Reddit nesta segunda-feira (20), após sentir-se pressionada por usar desodorante. De acordo com a autora do relato, através do usuário u/sepemm, ela e sua família são chineses e não costumam usar o produto nas axilas.

“Tomamos banho todos os dias e usamos sabonete, mas não usamos desodorante e não suo, exceto quando faço exercícios intensos. Não achei estranho até no ensino médio, quando as pessoas colocaram desodorante nos vestiários, fiquei confusa e perguntei o que era”, iniciou o relato.

“Nunca tive ninguém reclamando do meu odor corporal, mas eu acidentalmente disse a alguém que não usava desodorante porque não achava que era um grande problema. Me disseram ser nojento e que eu fedia. Fui intimidada por isso. Mantive minha boca fechada e passei a usar desodorante para não parecer estranha”, continuou.

Segundo a autora, ela parou de usar desodorante algum tempo depois e ninguém havia percebido, incluindo seus colegas de quarto. Ela conta que ficou confusa, pois sua família não tinha o costume de usar, além de não cheirar mal por conta disso. Após algumas pesquisas, ela descobriu que diversos asiáticos não possuem um certo gene causador do odor.

“Fiquei chocada com a informação e comecei a pedir aos meus amigos na hora para cheirar minha axila (estranho eu sei) e eles confirmaram que eu não tenho cheiro”, escreveu.

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por: “Após sentir-se perseguida na academia, jovem faz com que homem seja expulso”

Namorado reclama da falta de uso

Segundo o desabafo, a mulher iniciou um relacionamento há um ano com um rapaz. Durante um jantar, ela questionou seu parceiro sobre seu odor e ele afirmou que não havia mal cheiro.

“Disse a ele sobre eu não usar desodorante e meu namorado surtou. Falou que era nojento e rude não usar desodorante. Fiquei surpresa porque ele literalmente disse que eu não tinha cheiro”, registrou.

A mulher conta que revelou a ele a pesquisa sobre as diferenças genéticas para asiáticos, contudo ele não levou em consideração. “Saiu alguns dias depois, me comprou desodorante e me obrigou a usá-lo, certificando-se de me ver fazer isso”, disse.

De acordo com o relato, a mulher resolveu remover o desodorante do tubo, deixando apenas o recipiente vazio. Desta forma, ela fingia aplicar o produto para que ele vesse.

“Depois de uma semana, perguntei a ele como eu cheirava e me disse: ‘Ótimo’. Então revelei que estava aplicando um desodorante vazio e ele ficou muito bravo. Me acusou de mentir e enganá-lo”, desabafou.

“Para mim, se ele não pode dizer a diferença entre eu usar desodorante ou não. Fazemos sexo, então não deveria importar para ele, mas me chamou de nojenta e brigamos muito por isso”, finalizou.

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM