Saúde e Bem-estar

Vício em TikTok: você sofre desse problema?

Saiba mais como ele pode te afetar

Já percebeu se você passa muito tempo no TikTok? Uma rolagem ali, outra aqui, e quando você vê a maioria do tempo passou com você no aplicativo vendo vídeos e mais vídeos. Isso é um cenário cada vez mais comum na plataforma que conta com mais de 1 bilhão de usuários mensais no mundo, e que podem desenvolver um vício no TikTok. Já parou para pensar se você sofre disso?

Leia também:

Blake Lively revela como conquistou a autoconfiança com seu corpo

Segundo um estudo científico recente publicado no Addictive Behaviors Journal, existem sinais que fazem você pensar se desenvolveu uma doença viciante na plataforma ou não, como por exemplo pessoas que ficam nervosas ou deixam de comer quando estão proibidas de acessar o TikTok.

Além disso, sinais mais fortes de tristeza e ansiedade, e até a tentativa de controlar o uso do acesso à plataforma, mostram como isso pode ser preocupante. A plataforma se torna tão viciante porque as sugestões de conteúdo são intermináveis, e nos fazem querer consumir cada vez mais, o que faz com que nosso cérebro receba uma pequena dose de dopamina, se tornando viciante.

É como uma máquina de caça-níqueis, alimentando nosso desejo de continuar e chamado até de reforço aleatório na psicologia. “Isso significa que às vezes você ganha, às vezes você perde. E é assim que essas plataformas são projetadas, elas são exatamente como uma máquina caça-níqueis. E, bem, a única coisa que sabemos é que as máquinas caça-níqueis são viciantes. Sabemos que há um vício em jogos de azar, certo? Mas não costumamos falar sobre como nossos dispositivos e essas plataformas e esses aplicativos têm essas mesmas qualidades viciantes embutidas neles.” conta a especialista.

O TikTok já sabe da situação e está focado em trazer soluções de bem-estar para a comunidade, principalmente para que as pessoas se sintam no controle na hroa de usar o aplicativo.

“Nós apresentamos proativamente lembretes no feed para fazer pausas em nosso aplicativo, limitar notificações push noturnas para usuários mais jovens, e nossa configuração de gerenciamento de tempo de tela ajuda qualquer pessoa a gerenciar seu tempo de tela ideal escolhendo um limite de tempo”. contou o porta-voz da empresa.

Caso você veja que está passando tempo demais na plataforma, vale procurar outra coisa fora das telas e das redes sociais para fazer, e também se isso afeta demais a sua saúde mental, é hora de procurar uma ajuda profissional como um psicólogo para lidar melhor com o caso.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM