Saúde e Bem-estar

Qual é o grande segredo mental para perder peso? Universidade de Harvard comenta o tema

Universidade de Harvard fala sobre as estratégias psicológicas para perder peso

Um estudo recente, publicado em fevereiro deste ano na Wiley Online Library, usou aprendizado de máquina e processamento de linguagem natural para identificar os principais temas comportamentais (motivações e estratégias) de um grupo de mais de 6 mil pessoas que perderam mais de 9 quilos e mantiveram o peso com sucesso por pelo menos um ano.

Nesse grupo, eles observaram uma perseverança diante dos contratempos e a força de vontade para controlar a qualidade dos alimentos ingeridos e os comportamentos alimentares. Essas seriam as principais estratégias para o sucesso. Nesse tempo, a maioria dos participantes permaneceu motivada sobre a sua saúde e a sua aparência.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Amêndoas versus batatas fritas: qual é a opção menos calórica e mais saudável?

· · ·

Outras revelações do estudo

As evidências sugerem que sexo, idade e nível socioeconômico não são fatores significativos para definir a taxa de sucesso da perda de peso em um grupo. O que fica claro é que, para qualquer pessoa, manter o peso requer se sentir confortável com certos desconfortos — como “sentir fome ocasionalmente, exercitar-se em vez de comer por estresse, entender a busca de recompensas versus a fome real e resistir a alimentos deliciosos”, escreve a Universidade de Harvard.

Esta não é uma tarefa fácil, pois muitas vezes vai contra os hábitos e as influências sociais.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM