Saúde e Bem-estar

Novo estudo revela o horário ideal das refeições para quem tem diabetes

Saiba mais sobre a nova descoberta de cientistas sobre a diabetes

Diabetes

As pessoas com diabetes sabem como as escolhas alimentares são importantes para controlar os sintomas e reduzir o risco de doenças graves. Agora, um novo estudo (em inglês) sugere que é importante levar em consideração o horário das refeições. De acordo com os autores, esse hábito poderia contribuir para a saúde a longo prazo.

A pesquisa, publicada no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism em março deste ano, incluiu 4.642 pacientes diabéticos. Com base nos resultados sobre os horários das refeições e as escolhas alimentares, os pesquisadores analisaram a relação entre a expectativa de vida e os horários de ingestão de alimentos.

Os pesquisadores descobriram que a alta ingestão de batata ou vegetais ricos em amido pela manhã, grãos integrais à tarde e vegetais escuros e leite à noite estava associada a uma melhor vida a longo prazo em pessoas com diabetes. Eles também observaram que comer menos carnes processadas à noite teve efeitos positivos.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Duas regras da ‘alimentação saudável’ que você pode ignorar a partir de agora

· · ·

Os resultados desta pesquisa indicam que, quando se trata de controle do diabetes, tanto o que você come quanto quando são fatores importantes. Dito isso, os especialistas dizem que precisam de mais pesquisas antes de fazer recomendações específicas sobre quais alimentos comer em horários específicos.

Embora os resultados da pesquisa apontem para fatos interessantes sobre o horário da alimentação, outros fatores que contribuem muito para a saúde dos pacientes diabéticos, incluindo atividade física e níveis de estresse, também devem ser considerados.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM