Estilo de Vida

Semente Negócios: a educação empreendedora para mulheres brasileiras

Demanda só aumenta no país

Você deve ter visto, nos últimos tempos, que o crescimento da educação financeira, principalmente voltada para o empreendedorismo feminino, só cresceu. E ainda bem que isso só tende a aumentar, melhorando a qualidade de vida de muitas mulheres no país. Um projeto em específico é responsável por esse boom nos negócios, o chamado Semente.

Leia também:

Amazonense lança livro de finanças para crianças aos 11 anos

Segundo Alline Goulart, sócia do Semente Negócios, tudo começou quando ela notou que há um espaço e uma busca maior por representatividade, já que as mulheres representam apenas 4,7% das fundadoras de startups e ocupam apenas 37% dos cargos de liderança. Fora a questão do salário, onde ainda ganhamos menos que os homens, mesmo em cargos equivalentes.

“Para ampliar a participação da liderança feminina no ecossistema de inovação, ainda é necessário superar fatores externos que impedem o acesso destas mulheres a posições de representatividade, além de impulsionar os fatores internos que muitas vezes limitam estas aspirações. Com nossa experiência em educação, somado às motivações pessoais, vimos que a área de empreendedorismo feminino era mais uma meio de promover a prosperidade através da inovação.” comenta Alline.

Segundo ela, fundos de investimentos, aceleradoras e programas de empreendedorismo para essa área foram os responsáveis para ajudar a impulsionar os movimentos do mercado, principalmente nas grandes empresas. Infelizmente nosso país não tem uma base de educação financeira, mas a Semente vem crescendo cada vez mais para bater de frente com isso.

O projeto apoia diversas startups, como o programa Delas, do Sebrae SC; o MBA de Liderança Feminina na Inovação, em parceria com a Imed; o Mulheres do Nosso Bairro, um programa da Engie Brasil e do Sebrae para a capacitação feminina, entre muitos outros.

Para Aline, alguns pontos como o acesso e a confiança precisam ser melhorados para diminuir as barreiras das mulheres nos negócios, seja na sociedade em geral, dentro das empresas, nas casas e pelas próprias mulheres. Muitas vezes, por exemplo, as mulheres não se candidatam a uma vaga mesmo atendendo a maior parte dos requisitos, por não achar que está preparada para isso. “Ações de desenvolvimento específico para mulheres, planos de carreira alinhados ao perfil, medição de indicadores de diversidade dentro das organizações são alguns caminhos para estimular as mulheres nessa jornada de liderança.”, complementa Alline.

Com os projetos Mulheres do Nosso Bairro e Cidade por Elas, Alline quer ver cada vez mais o protagonismo das mulheres de forma sustentável, abrindo mais negócios, se formando e estudando mais, e com uma prosperidade de ver o resultado dessa capacidade gerando riqueza em todos os âmbitos.

Para inspirarem as mulheres a fazerem cada vez mais parte dos programas, na Semente são trabalhados três camadas de desenvolvimento: o reconhecimento da mulher como empreendedora e líder, o desenvolvimento do seu negócio e também da rede em que está inserida. “Não há nada mais inspirador do que um grupo de mulheres trabalhando e se desenvolvendo em conjunto, trocando experiências com outras lideranças e levando para a sua própria rede o conhecimento técnico e, principalmente, o acolhimento necessário para que outras também prosperem.” finaliza Alline.

Pronta para ajudar programas assim a ganharem ainda mais espaço? Conheça mais sobre o Projeto Semente aqui: https://www.sementenegocios.com.br/

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM