Entretenimento

Pantanal: quem vai ficar com a sela de prata do Velho Joventino

Os irmãos Zé Lucas, Tadeu e Jove irão disputar a sela que era do avô; veja quem ganhou na primeira versar da novela

A sela de prata do Velho Joventino (Irandhir Santos), é um item disputado entre os herdeiros no peão na novela ‘Pantanal’. Depois de desaparecer na mata, este foi o único objeto deixado por ele antes de se transformar na entidade Velho do Rio (Osmar Prado).

No capítulo desta última quinta-feira, José Leôncio (Marcos Palmeira), filho de Joventino, acreditou que não seria justo escolher um dos herdeiros para presentear com a sela de prata que foi de seu pai, propondo uma corrida de cavalo entre os três filhos, Zé Lucas (Irandhir Santos), Tadeu (José Loreto) e Jove (Jesuíta Barbosa).

Nos próximos episódios, devemos conhecer quem foi o vencedor dessa disputa, mas de acordo com a primeira versão da novela de Benedito Ruy Barbosa, exibida pela extinta TV Manchete, em 1990, quem fica com o cobiçado item?

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Lula ou Bolsonaro? Em quem você acha que os personagens de ‘Pantanal’ votariam?

· · ·

Quem ganhou a sela de prata na primeira versão de ‘Pantanal’?

Mais do que a sela de prata, em teoria, o vencedor também ficaria com a administração dos negócios do protagonista. Enquanto a competição animou os dois filhos mais velhos, o jovem fruto do casamento com Madeleine (Ítala Nandi) desaprovou a rivalidade entre irmãos.

Por ter crescido na garupa de Zé Leôncio, aprendendo a admirar a história de sua família, Tadeu foi o que mais se empenhou para ganhar, já que o objeto era um de seus maiores desejos. Por sua vez, Zé Lucas quis tê-la apenas para se provar ainda mais parte da família.

No entanto, conforme cada filho se esforçava para conquistar o prêmio, aos poucos, a competição foi perdendo o sentido e caindo no esquecimento dos filhos do fazendeiro.

Sem conseguir enxergar um sentido naquela competição, o primogênito e o caçula acabaram abrindo mão da disputa para que Tadeu realizasse o seu sonho de ser dono da sela que pertenceu ao avô, o maior peão que já havia pisado no Pantanal.

Apesar de se sensibilizar com a atitude dos filhos, ainda assim, Zé Leôncio desaprovou, afirmando que o filho ficaria ainda mais feliz se tivesse ganhado a disputa e se provado merecedor.

Mesmo assim, o personagem acabou aceitando que Tadeu, o filho de Filó (Tânia Alves), ficasse com a sela de prata, tomando outra decisão para escolher quem ficaria com seus negócios.

Pouco antes de morrer, José Leôncio divide igualmente a herança entre seus três filhos, deixando cada um à frente de parte de seus negócios. Enquanto Zé lucas passou a fazer parte da política, Jove assumiu a parte administrativa da fazenda, enquanto Tadeu se tornou o braço direito do irmão, lidando com a parte mais prática.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM