Famosos

Euphoria: Zendaya conta sobre como lida com a sua saúde mental e como a série mexeu com ela

A atriz já revelou viver com ansiedade

A menos que você esteja vivendo em outro planeta, você provavelmente já ouviu falar de Zendaya e seu brilhante trabalho na série ‘Euphoria’, pela qual ela ganhou um Emmy. Zendaya iniciou sua carreira ainda na infância, como membro do elenco de ‘Shake It Up’, um programa do canal Disney.

Desde então, ela vem dançando e atuando até o topo. Mas a fama vem com um preço, que ela aprendeu a lidar à medida que sua carreira florescia: a saúde mental.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Britney Spears revela ser uma grande fã de ‘Euphoria’

· · ·

Vivendo com ansiedade

Zendaya vive com ansiedade, um distúrbio que afeta milhões de pessoas no mundo todo. Seu quadro teve início em 2013 durante uma apresentação ao vivo no The Ellen Show. Seu microfone falhou e ela não conseguia ouvir, e ela sentiu que seu canto não era tão bom quanto poderia ter sido.

Para ela, foi um momento devastador e embaraçoso que teve efeitos duradouros. Ela finalmente se abriu sobre essa experiência em 2017, durante uma entrevista em um podcast. Sua ansiedade sobre cantar ao vivo a atormentava até que ela procurou ajuda para isso.

Sua abordagem à saúde mental

Para Zendaya, a terapia tem sido a base de seu tratamento de saúde mental. Ela discutiu abertamente os benefícios e como isso a ajudou a superar seu medo do palco. Ela também recomenda para todos, independentemente de seu estado de saúde mental.

O valor de se comunicar com uma pessoa treinada e objetiva, em vez de conversar com um pai, cônjuge ou amigo, é algo que ela enfatiza nas entrevistas. A National Alliance on Mental Health concorda com ela - a terapia está listada em primeiro lugar como tratamento de transtornos de ansiedade.

A terapia cognitivo-comportamental e a terapia de exposição costumam ser muito úteis, além da terapia da fala. Zendaya também mencionou o quanto a terapia foi importante para ela durante a pandemia de Covid-19, que a deixou deprimida e “ruim”.

Euphoria e o “efeito Rue”

Em entrevista à Elle Australia, Zendaya falou sobre o custo emocional e mental de interpretar Rue em ‘Euphoria’. Seu coração, ela disse, não sabia que ela estava atuando - o que significa que ela experimentou todas as emoções de Rue, que por sua vez tiveram o efeito esperado em sua saúde mental.

O papel exigente e o esforço que ela colocou nele fizeram dela a mais jovem vencedora do Emmy de todos os tempos. Mas isso teve um custo, e a escuridão do show aumentou a ansiedade e a fadiga de Zendaya. Mesmo assim, ela sente que Rue e o show ainda oferecem “esperança, empatia e redenção”.

“Seu corpo é uma pessoa, não sabe que o que você está fazendo não é real. Meu cérebro pode dizer ‘ok, estou fingindo’, mas quando estou fazendo isso, meu corpo e meu coração não sabem que não é real. Pode ser exaustivo dessa forma e pode fazer você se sentir mal porque ela diz e faz coisas que eu não quero que ela faça e diga, mas aqui estou eu”, contou a atriz na ocasião.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM