The Crown: A polêmica revelação de Diana que não entrou na 4ª temporada da série

Reprodução / Netflix

A quarta temporada de “The Crown” trouxe a atriz Emma Corrin dando um show ao interpretar um dos personagens mais emblemáticos e importantes da realeza britânica: Diana, conhecida como a “Princesa do Povo”.

Mesmo abordando fatos muito delicados da conturbada vida de Lady Di e sua relação com a coroa, a série deixou algumas revelações polêmicos de lado. Confira:

Enquanto a série da Netflix preferiu mostrar que Elizabeth II criticou Charles e Diana igualmente, a princesa assegurou o contrário e não apontou a rainha como a voz da razão.

"Ela me disse que acreditava que esse era o motivo pelo qual nosso casamento havia desmoronado, porque Charles tinha dificuldades com a bulimia. Isso me fez perceber que todos viam isso como um problema no casamento e não como consequência do casamento", disse Diana em entrevistas, segundo a Bio Bio.

Os transtornos alimentares de Diana são abordados na produção em várias ocasiões, o que também levou a Netflix a colocar avisos antes de cada episódio com este conteúdo.

Ao responder uma série de perguntas para o biógrafo Andrew Morton, Diana falou da pressão devido as grandes mudança em sua vida, revelando que tudo piorou após o noivado, mas um comentário de Charles foi crucial para que o problema se agravasse.

Descubra mais sobre a realeza e revelações na série “The Crown”:

“Minha bulimia começou uma semana depois que ficamos noivos. Meu marido colocou a mão na minha cintura e disse: "Você é um pouco gordinha, certo?". Isso desencadeou algo em mim ”, disse Lady Di nestas conversas que se transformaram em um livro e no documentário “Diana: In Her Own Words”.

Poucos dias antes do casamento, em julho de 1981, a princesa teve seu primeiro surto de bulimia. “Eu me lembro da primeira vez que me causei mal. Fiquei animada porque pensei que era uma forma de aliviar a tensão”, revelou.

Com o passar do tempo, os vômitos se tornaram mais frequentes e ela emagreceu rapidamente, despertando a curiosidade do público.

“A primeira vez que experimentei o vestido de noiva, minha cintura estava de 73 centímetros. No dia em que nos casamos, ele tinha 58 e meio. Eu encolhi do nada”, lembrou.

Em São Paulo, o Núcleo de Atenção aos Transtornos Alimentares (PROATA), oferece atendimento especializado à adolescentes e adultos, gratuito pelo SUS há 25 anos. Acesse: www.proata.com.br