Maquiagem

Essas dicas dos cientistas vão deixar sua pele com aparecia mais jovem

Os cuidados com a pele são importantes em todas as fases da vida, mas é bom contar com uma ajudinha da ciência

A população brasileira está entre uma das mais vaidosas do mundo. Não é de hoje que sabemos que gostamos de cuidar do corpo, cabelos, pele. E os cuidados com este último ganhou grandes aliados nos últimos anos.

Os cuidados com a pele são muito importantes e devem acontecer em todos os estágios da vida. Um dos principais motivos pelos quais a nossa pele envelhece é que, durante o amadurecimento, a renovação do tecido diminui consideravelmente, fazendo com que a região fique mais fina, enrugada e sem brilho.

A fim de esclarecer quais são os melhores métodos atuais para a saúde ideal da cútis (e retardar o envelhecimento), os pesquisadores do portal NOVOS (em inglês) listaram 9 táticas comprovadas pela ciência para rejuvenescer a derme.

1 – Produtos essenciais

A rotina de skincare mais adequada, segundo os especialistas, consiste na aplicação de uma loção de limpeza diária, um hidratante com ácido hialurônico, protetor solar e, principalmente, ácido retinóico, um derivado da vitamina A. Esse último é o item mais poderoso para restituir a pele. Vários estudos comprovam sua eficácia na redução de rugas e na aceleração do brilho e da maciez.

Conforme os profissionais recomendam, pela manhã, a loção de limpeza mais indicada é a esfoliante — e de preferência com ácido salicílico, componente que conta com propriedades anti-inflamatórias. No entanto, pode-se optar, também, pelo ácido glicólico.

À noite, a sugestão é um produto de limpeza não esfoliante, para não machucar a pele. Aconselha-se finalizar com um creme de retinol, que levará a uma maior renovação e remoção de células mortas da cútis.

Além de prevenir danos e hidratar fortemente, o ácido hialurônico funciona muito bem com produtos à base de retinol, pois eles podem deixar a região mais desidratada, especialmente no início do tratamento.

Os protetores solares, por sua vez, não podem ficar de fora. Alguns dermatologistas afirmam que até 80% do envelhecimento extrínseco da pele vêm de danos causados pelo sol. Para eles, os raios UV são tão poderosos que danificam o DNA e outros componentes das células da derme.

“Use um protetor solar com FPS 30 (um FPS maior não tem realmente um benefício adicional)”, opinam os pesquisadores do site. Eles também comentam que muitos artigos argumentam que os filtros solares físicos são melhores, mas, na verdade, os químicos parecem proteger melhor contra diferentes comprimentos de onda da luz UV. Além disso, de acordo com os experts, as partículas de metal em protetores solares físicos podem oxidar a pele.

Duas substâncias ainda levantam dúvidas e merecem atenção quanto às suas eficácias. São elas a vitamina C, que, segundo os profissionais, deve ser de baixa dose; e a niacinamida, que pode inibir sirtuínas, proteínas necessárias para a manutenção do DNA e do epigenoma.

“Ainda não aconselhamos o uso de cremes que contenham niacinamida. Embora eles possam melhorar a saúde da cútis a curto prazo, teoricamente podem acelerar o envelhecimento a longo prazo”, apontam.

“No entanto, a vitamina C tomada por via oral pode ser um ingrediente de longevidade”, propõem.

2 – Terapia de luz de baixa densidade (fotobiomodulação ou terapia de luz vermelha ou infravermelha)

A terapia de luz de baixa densidade (LLT), ou fotobiomodulação, tem sido uma ferramenta promissora no quesito rejuvenescimento da tez, pois aumenta a produção de colágeno e elastina, por exemplo. Resultado disso é a diminuição das rugas e uma pele mais jovem e macia.

A luz vermelha ou infravermelha nada mais são que fótons, ou seja, partículas de luz, com energias específicas absorvidas por várias proteínas presentes nas células da cútis. A luz ativa essas proteínas ou impulsiona suas funções. “A luz infravermelha pode melhorar a produção de energia nas mitocôndrias, por exemplo”, contam os cientistas do NOVOS.

Vale lembrar que a luz vermelha e infravermelha podem auxiliar na recuperação e nas dores musculares, nas dores nas costas, na redução da inflamação dos tendões e na aceleração da cicatrização de feridas.

3 – Microcorrente

Aparelhos de microcorrente, como o da Foreo, criam uma pequena corrente alternada na pele que pode ativar células da região, como fibroblastos e queratinócitos, e células musculares, para torná-la mais tonificada e suave.

As evidências ainda são poucas, mas um estudo pequeno mostrou melhorias na derme com o aparelho de microcorrente. Outras pesquisas demonstraram que o item também é capaz de influenciar positivamente na cicatrização e até tratar feridas crônicas como úlceras.

Alguns dermatologistas, inclusive, acreditam no poder da microcorrente de retardar a flacidez e as rugas.

4 – Suplementos

Os suplementos existem para suprir a falta de algo em nosso organismo. Os pesquisadores da NOVOS segmentam o tema em três tópicos: suplementos de pele, de saúde e de longevidade.

Os de pele são destinados à saúde da tez — e na redução das rugas —. Eles podem ser, por exemplo, o ácido hialurônico oral ou o colágeno.

Os suplementos de saúde, por sua vez, são as vitaminas, minerais, ácidos graxos ômega-3, entre outros. Sua deficiência é desvantajosa para a saúde em geral (incluindo a da pele).

Para prolongar a vida útil, os cientistas apontam os suplementos de longevidade, que agem nos processos fundamentais de envelhecimento. São eles o ácido alfa-cetoglutárico, a fisetina ou a glucosamina.

5 – Dieta

Sem dúvidas, uma dieta saudável proporciona uma pele mais bonita e jovem. Uma tez saudável é reflexo de uma dieta saudável.

Existe uma lista de alimentos que beneficiam a cútis. São eles:

  • Vegetais verdes folhosos, como couve, brócolis e espinafre;
  • Chocolate amargo, de preferência com pelo menos 70% de cacau;
  • Romã;
  • Mirtilos e amoras;
  • Peixes gordurosos, como salmão;
  • Chá-verde e chá branco;
  • Azeitonas e azeite;
  • Tomates;
  • Nozes;
  • Sementes de chia e linhaça;
  • Especiarias como orégano, gengibre, pimenta preta, tomilho e salsa;

De acordo com os experts, frituras, produtos açucarados, alimentos ricos em amido (batata, macarrão, arroz e pão) e leite aceleram o envelhecimento da pele.

6 – Tratamentos dermatológicos

Os especialistas do portal declaram que não são fãs da dermoabrasão (tipo de alisamento cirúrgico da pele), peelings químicos e lasers não-fracionados ablativos (mais potentes e atingem toda a superfície), pois eles “destroem ou danificam superfícies inteiras da pele”.

“Isso não é o ideal, porque, dessa forma, eles também destroem ou danificam muitas células-tronco que são necessárias para o reparo adequado”, palpita a equipe, que acredita que o ideal é “danificar” a região em pontos específicos, como o microagulhamento.

Outro procedimento destacado pelos cientistas é a crioterapia. “Cuidado”, alertam eles. O tratamento consiste em congelar e destruir as células da derme. Mas, “essa abordagem pode danificar muitas células saudáveis, incluindo células-tronco”, frisam. “Além disso, pode matar as células de gordura no rosto. Você precisa de um pouco de gordura no rosto para evitar parecer velho, como ter aquele rosto oco de aparência envelhecida”, advertem.

Por outro lado, o microagulhamento e o plasma rico em plaquetas (PRP) são excelentes aliados para o rejuvenescimento da derme. “As microagulhas criam pequenos orifícios na pele, ativando as células circundantes, incluindo as células-tronco, para reparar os danos”, dizem. “Você pode combinar microagulhamento com plasma rico em plaquetas (PRP)”, recomendam.

Outra dica é a terapia de ultrassom. De acordo com os pesquisadores, ele emite ondas de ultrassom de alta energia na cútis, levando ao aumento da produção de colágeno.

O preenchimento, como a injeção de ácido hialurônico, também é aprovado pelos profissionais. “Eles podem suavizar linhas finas e criar um rosto mais jovem e levantado. Tenha cuidado para não usar muito preenchimento, o que pode fazer com que o rosto pareça muito bombeado e artificial”, afirmam.

Já o botox deve ser aplicado criteriosamente em pequenas quantidades e em áreas específicas. “Injeções repetidas de botox, paralisando os músculos, levam à diminuição dos músculos (atrofia), que a longo prazo pode fazer você parecer mais velho”, ressaltam.

7 – Almofadas antirrugas

Dormimos cerca de um terço de nossas vidas, e nossos rostos estão em contato com o travesseiro na maior parte do tempo. Portanto, a qualidade da fronha pode interferir nas rugas durante o sono, por exercer muita ou pouca pressão em áreas específicas da face, como também criar assimetria facial e adiantar o envelhecimento da tez.

A sugestão dos experts são as fronhas de cetim ou seda — ou até mesmo as com infusão de cobre.

8 – Massageadores faciais

Pulsados ou vibratórios, os massageadores faciais integram a lista de cuidados eficazes com a cútis. Conforme os cientistas falam, estímulos de fora das células podem reprogramá-las e, também, seu comportamento.

“Por exemplo, se a pressão for aplicada a uma parte da pele, essa parte ficará mais firme”, informam eles. “Dispositivos de massagem pulsante exercem pressão e vibração na pele, o que pode ativar os fibroblastos para produzir mais colágeno e outros componentes da região”, acrescentam.

9 – Patches de silicone

Como apresentado no tópico anterior, as células são muito sensíveis ao ambiente. Os patches (adesivos) de silicone são exemplos de como a pressão na derme pode reduzir lenta mas firmemente as linhas finas.

Recomenda-se o uso desses adesivos por muitas horas, de preferência à noite.

· · ·

+ em dicas de beleza:

Essas 5 dicas de especialistas vão deixar suas roupas cheirosas por mais tempo

Extensão de cílios: 5 dicas para fazer eles durarem mais

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM