Cabelo

Como cuidar do couro cabeludo: limpeza, esfoliação e outras dicas de uma especialista

Especialista em cabelos saudáveis compartilha seus conhecimentos

Shampoo e cabelo

Você já se perguntou como cuidar do seu couro cabeludo? A resposta está com a especialista em cabelos saudáveis Verónica Garzón, que esclarece várias dúvidas sobre cuidados com o couro cabeludo e também compartilha as melhores recomendações para ter fios saudáveis e hidratados.

“Ter uma boa saúde capilar depende dos cuidados específicos que lhe damos e, da mesma forma que a higiene facial ajuda a obter uma pele saudável e bonita, a cabeça acumula detritos de pele que devem ser removidos para promover a regeneração”, diz a especialista.

Em muitas ocasiões, o couro cabeludo acumula bactérias e impurezas que não permitem o crescimento correto dos fios. Para Verônica, fazer um diagnóstico é fundamental. Com base nos resultados, é possível determinar o procedimento mais adequado.

Recomendados

Como limpar profundamente o couro cabeludo?

Para manter seu couro cabeludo ativado, mais limpo, menos entupido e oleoso, e para ajudá-lo a crescer mais rápido e mais forte, a esfoliação é a chave. Esta etapa ajuda a oxigenar a pele da cabeça e desobstruir os poros.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por: “Segredo revelado: os 3 melhores estilos de cabelo para parecer mais alta

· · ·

Com a esfoliação capilar, as células mortas e o excesso de gordura e sujeira são removidos, o que pode não só danificar o cabelo como também favorecer sua queda. É incrível como desde a primeira sessão você já sente uma mudança, no couro cabeludo, nos comprimentos, pois a gordura acumulada se foi e só ficam os óleos naturais que seu corpo produz, os mesmos que dão brilho e vitalidade aos cabelos.

Com que frequência devo esfoliar o couro cabeludo?

O correto é não realizar procedimentos caseiros, no momento em que você for a um profissional ele determinará se seu couro cabeludo está oleoso, ressecado e com base nas atividades que você realiza, também será recomendado o uso de diferentes tratamentos.

“Não podemos generalizar as necessidades de cada pessoa”, diz Veronica. “Há mulheres que se exercitam e suam muito, não se pode deixar o cabelo sem lavá-lo porque se acumularão dezenas de bactérias que mais tarde terão outras consequências fatais.”

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM