Moda

5 maneiras de fazer suas roupas durarem mais

Além da economia, você reduz o consumo e colabora com o meio ambiente

Todos nós, em algum momento, lotamos nossas cestas de compras on-line com promoções de última hora ou empilhamos as últimas roupas da moda de uma marca popular para manter nosso guarda-roupa atualizado.

No entanto, o descarte de roupas se tornou um problema ambiental bastante sério e pouco falado. A indústria da moda é uma das mais poluentes do mundo. Só no Brasil, de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), são produzidas 170 toneladas de resíduos têxteis por ano. Desse total, 80% é destinado a lixões e aterros sanitários.

A facilidade que as compras online nos trouxe, somada a produção em tempo recorde das fast fashion com peças pouco duráveis, criaram em nós uma cultura de consumo e descarte que prejudica não apenas a nossa própria economia, mas também o meio ambiente.

Mas como podemos aproveitar nossas roupas ao máximo? Sugerimos cinco maneiras de cultivar um relacionamento saudável com suas roupas e com o planeta.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Roupas pretas desbotadas? Nunca mais; veja dicas para preservar a cor das suas peças

· · ·

Conheça melhor suas roupas

Essa pode parecer a sugestão mais óbvia – mas envolve uma abordagem mais consciente para comprar e possuir roupas. Assim como fazemos com nossos corpos, devemos verificar as diferentes partes de uma peça de roupa ao comprá-la.

Que materiais foram usados e onde foi projetado ou fabricado? Foi costurado à máquina ou à mão? Por exemplo, um bordado costurado à mão pode exigir lavagem à mão em comparação com uma peça de roupa produzida em massa, que pode ser lavada na máquina.

Além disso, você pode passar algum tempo lendo as etiquetas das suas roupas; em quais temperaturas você pode lavá-las e eles podem ser lavados na máquina ou precisa ser lavagem a seco? Assim como os órgãos do nosso corpo, cada peça de roupa pode ter diferentes instruções de cuidados. Manter-se atualizado com suas respectivas necessidades é a forma fundamental de construir um relacionamento com nosso guarda-roupa e aumentar seu tempo de vida.

Conserte ou reforme em vez de descartar

Tem um zíper quebrado ou botão solto? Todos nós escondemos essas peças de roupa no fundo do armário por causa de um estrago na peça. Tente reaproveitar a sua roupa indo a uma costureira ou lavanderia, ou conserte você mesmo com uma agulha e linha.

Essas etapas podem levar um pouco mais de tempo do que apenas descartá-las, mas suas roupas brilharão com uma nova vida depois de consertadas.

Organize uma troca de roupas

Todos nós já ouvimos o ditado “compartilhar é cuidar” desde que éramos crianças. Costumamos compartilhar comidas, bebidas e conselhos com os amigos. Mas e as roupas? Da próxima vez que você organizar um encontro com seus amigos, por que não fazer uma festa de troca? Peça aos seus amigos que tragam roupas que eles “superaram” em termos de estilo, tamanho ou estação e compartilhe-os uns com os outros.

Para garantir que você tenha uma variedade de roupas, convide mais amigos com estilos pessoais diferentes e lembre-os de pegar de volta tudo o que não escolhido por outro amigo. Artigos de segunda mão podem dar um toque vintage ao seu estilo.

Seque suas roupas no varal

As máquina de lavar com a função de secadora têm se popularizado no Brasil. A praticidade de ver suas roupas já saírem secas e prontas para o uso, é realmente tentador. No entanto, além de gastar muito mais energia, a secadora na maioria das vezes vai encolher e estragar suas roupas.

Secar em um ambiente arejado, vai preservar as fibras, costuras e detalhes da sua roupa, fazendo com que elas durem muito mais.

O armazenamento é uma parte crucial do processo de cuidado

Guardar roupas é tão importante quanto lavar e comprar. Embora dobrar e empilhar sejam ótimas maneiras de ganhar espaço, usar um cabide é uma maneira de preservar a estrutura de suas roupas.

Investir em cabides bons e resistentes ajudará a manter a estrutura de ternos, jaquetas e blazers. Roupas feitas de materiais mais leves e propensos a enrugar, como crepe, chiffon ou seda, também são melhor penduradas para que possam ser pegas e usadas sem muito vincos.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM