Cabelo

Você sabia que o óleo de alecrim pode ajudar a engrossar o cabelo? Descubra como

Sim, o óleo de alecrim pode ser usado para engrossar o cabelo

Cabelo fino ou ralo é algo comum e pode afetar qualquer pessoa. Afinal de contas, os fatores que podem contribuir para a condição vão desde o envelhecimento até doenças, alergias e uma dieta pobre em nutriente — variáveis que valem para qualquer ser humano.

“Uma pessoa pode tentar estratégias caseiras, mas elas não devem substituir o tratamento profissional para uma condição de saúde subjacente que possa estar causando o afinamento dos cabelos”, explica (em inglês) o portal especializado em saúde Medical News Today.

A boa notícia é que o óleo de alecrim pode ajudar a engrossar o cabelo, independentemente da necessidade de um tratamento adicional. Saiba mais.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Esfoliação do couro cabeludo: aprenda uma receita caseira para manter o cabelo limpo

· · ·

Como usar óleo de alecrim para engrossar o cabelo

“Em termos de um dos resultados mais imediatos para engrossar o cabelo, sugiro que você comece a usar óleo de alecrim”, escreve (em inglês) o médico Josh Axe.

Os usos do óleo de alecrim se estendem para ajudar a estimular o crescimento do cabelo, como quando aplicado no couro cabeludo. Muitas pessoas também afirmam que pode prevenir a calvície, retardar o envelhecimento e pode ser usado para tratar a caspa e o couro cabeludo seco.

Embora sejam necessários mais estudos (em inglês), o óleo de alecrim tem se mostrado muito promissor. O especialista recomenda usar várias gotas de óleo de alecrim e misturá-las com um pouco de azeite, que também é rico em nutrientes.

Para aplicar, basta massagear a combinação no couro cabeludo por alguns minutos e deixá-la agir por três a quatro horas.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM